Brasil

''Existe um CD inédito de Cristiano Araújo'', revela ex-empresário

Cristiano Araújo iniciou seu caminho na trilha do sucesso ainda jovem. Em 2010, trabalhou ao lado de Rayner Souza. Em seis meses, lançaram o disco “Efeitos” de 2011. O pai de Rayner, Wilton Carlos, tornou-se o empresário do saudoso artista. “Depois vieram os parceiros, como Raimundo, Toninho Santos, Didi Latino, Vitor Leonardo, o pai dele (João Reis). O trabalho foi de equipe mesmo. Cada um tinha uma função diferente para prospectar carreira e deu certo”, contou Souza ao R7.

Wilton apelidou Cristiano de “Michael Jackson do Serrado”. “O Cristiano sabia o que queria. Era muito aplicado e focado. Gostava da música de verdade. Não ligava para dinheiro e sabia onde queria chegar. No começo, ele era gordinho, não dançava muito. E emagreceu, aprendeu a dominar o palco. Ele arrebentava, apesar de ser tímido fora dele. O Cristiano realmente era um pop star carismático e talentoso. Ele já era o artista que mais levava público pagante naquela época. Seria um dos maiores artistas do Brasil por bastante tempo, com certeza.”, recorda.

Tocador de vídeo
00:00
04:50

A morte precoce de Cristiano foi um golpe na vida de Wilton e Rayner.”Esses dois anos têm sido muito difíceis. Torcemos muito pela família, que na época passou por uma dificuldade tremenda em lidar com isso. Ficamos felizes com o sucesso do Felipe Araújo, irmão dele. O pai, seu João, tem incentivado demais essa carreira. A gente torce para que ele consiga o seu espaço. Ele é a referência da família agora”, analisa.

Souza adianta que conta com materiais exclusivos de Cristiano. “Existe um CD inédito. Um filme da história dele também está na pauta”, revela ao portal.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.