Ceará

Fundo de Defesa Social aprova liberação de mais de R$ 2 milhões para investimento na segurança pública do Ceará

Valor será para compra de equipamentos, cursos e conclusão das obras do Quartel dos Bombeiros.

O Conselho Estadual do Fundo de Defesa Social aprovou a liberação de mais de R$ 2 milhões em recursos para investimento em profissionais da segurança pública do Ceará. A maior parte do valor, R$ 1,2 milhão, será para compra de equipamentos de proteção individual (EPIs) para agentes do Corpo de Bombeiros.

Também foi aprovada a utilização de cerca de R$ 275 mil para o custeio de passagens e diárias para agentes de segurança fazerem cursos e capacitações fora do estado. Para o titular da Secretaria da Segurança Pública, secretário André Costa, um dos objetivos é fazer com que policiais civis e militares, bombeiros e peritos trabalhem com mais conhecimento, segurança e motivação.

O secretário André Costa acrescentou que também foram liberados R$ 900 mil para a conclusão das obras do Quartel dos Bombeiros no Mucuripe. Além da compra 514 computadores para a Polícia Militar.

“A última compra dessas foi em 1995. Além disso, garantimos recursos para climatizar todas as salas do Colégio Militar da PM em Fortaleza e em Juazeiro. Para a Polícia Civil, a aquisição de coletes está em fase final, após cada policial civil indicar o tamanho que quer recebê-lo. Devemos pagar até agosto”, adiantou o secretário.

Os recursos fazem parte do Fundo de Defesa Social do Estado do Ceará (FDS), que foi instituído para financiar o desenvolvimento institucional dos órgãos que integram a SSPDS e a Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus). O grupo é composto pelo secretário da Segurança, André Costa, e pelos titulares do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar, da Polícia Civil, secretários da Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag), da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE) e da Sejus.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.