Ceará

Grupo preso no Ceará tinha fuzil de guerra e pretendia resgatar detentos, diz polícia

A polícia apresentou nesta segunda-feira (14) as armas apreendidas durante uma operação em Pacajus, Região metropolitana de Fortaleza, no fim de semana. Seis pessoas foram presas e duas morreram no confronto com os policiais.
 
De acordo com o comandante do Batalhão de Choque, Henrique Bezerra, o material apreendido indica que o grupo tinha armamento pesado. Eles foram denunciados de forma anônima à polícia. Integrantes do Choque foram ao local informado, no Bairro Bangue, em Pacajus, e foram recebidos a tiros, dando início a um tiroteio. Dois bandidos morreram e seis foram presos. 

"Pela gravidade da informação mandamos um efetivo forte. E chegando lá ao local recebemos, informações de policiais que eles foram recebidos à bala. Lá foram presos oito pessoas, dentre elas duas pessoas ficaram feridas e encaminhadas para um hospital e que infelizmente vieram a óbito." 

Segundo Rafael Vilarinho, delegado de Roubos e Furtos, a polícia investiga agora a informação de que o grupo já teria participado de assaltos a bancos em cidades do interior do estado e se os bandidos estariam, ainda, se preparando para um resgate na cadeia pública de Pacajus. 

"São indivíduos perigosos e estavam sim se preparando para realizar crimes na Serra de Baturité. Todos eles já respondem por vários crimes como homicídios, ataques contra bancos dentre outros crimes." 

O grupo vai ser indiciado por tentativa de homicídios aos policias militares; receptação, tráfico de drogas, associação para o tráfico, organização criminosa, porte ilegal de arma de uso permitido, e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, como um fuzil fabricado na Geórgia, de uso exclusivo das forças armadas. 

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.