Ceará

Leão tenta bons resultados em campeonatos visando 2018

Leão tem dois caminhos para tentar melhorar seu calendário de 2018, pela Série C ou pela Taça Fares Lopes deste ano

Aos poucos, as novas competições estão trazendo de volta para o Fortaleza o que se pensou que estivesse perdido: um primeiro semestre sem competição rentável e o acesso à Série B do Campeonato Brasileiro. O Leão do Pici tem dois caminhos para salvar o seu primeiro semestre: ser campeão da Taça Fares Lopes ou ser campeão da Série C do Brasileiro. 

Na primeira hipótese, ganharia logo uma vaga na Copa do Brasil e na segunda, ganharia 200 pontos no ranking da CBF, o que poderia lhe dar a vaga pelo ranking. 

Vivendo o agora, os jogadores, após garantirem a Série B para o ano do centenário do clube, querem algo mais, se possível, o título de campeão. 

Seria uma estrela a mais no escudo do time e ainda por cima, uma satisfação pessoal, o ingresso definitivo na história do Tricolor e um status maior pelo esforço empregado e recompensado. 

É bom lembrar que todos esses planos só podem se tornar reais, se o Leão conseguir passar pelo Sampaio Corrêa/MA, na semifinal. O primeiro jogo será na próxima segundafeira, dia 2 de outubro, às 20h45 na Arena Castelão. E o segundo, no dia 7/10, às 17 horas no Castelão de São Luís, no Maranhão. 

Troféu 
Os jogadores leoninos, agora bem mais relaxados do que no período em que antecedeu os jogos das quartas de finais contra o Tupi/MG, almejam chegar ao troféu de campeão. Esse seria o novo foco, o que na prática, vai ajudar na meta da diretoria de chegar à Copa do Brasil 2018. 

"Eu fico imaginando e nem acredito. Foi muito bom conseguir esse acesso, com muita luta e determinação. Todos aqui estão preparados e vamos em buscado título, sabendo que vai ser muito difícil. Nós tiramos um peso das costas e vamos trabalhar com alegria, com leveza para que possamos colocar esse clube na história", disse o zagueiro Adalberto, titular da equipe. 

Indagado sobre se aceitaria jogar na Taça Fares Lopes, desde que seja para tentar garantir a Copa do Brasil de 2018, Adalberto respondeu: "Eu sou funcionário do clube e onde me mandarem jogar, vou jogar", disse o jogador, ao mesmo tempo em que falou que todos os atletas estão com o mesmo pensamento de colaborar com todos os grandes objetivos do Leão. 

Objetivo enorme
Para o volante Pablo, os jogadores do Fortaleza não podem ter entrado na Série C pensando só no acesso e o restante ser irrelevante: "Não é entrar, conseguir o acesso, mas depois tanto faz como tanto fez. Já foi dito que se torna um objetivo enorme essa conquista, por se tratar subir no ranking e conquistar a vaga que nós mesmos perdemos. Cabe a nós correr atrás desse prejuízo que nós mesmos causamos e tentar amenizar aí. É lógico que o acesso foi maravilhoso, mas que seja de aprendizado para nós", disse o volante Pablo.

Os atletas têm repetido que querem entrar para a história do clube, com fatos marcantes. "Em oito meses de trabalho que tivemos esse ano no Fortaleza é pouco para a história do clube. Somos privilegiados e já que começamos a fazer uma história e gravar nosso nome, já que iniciamos a trajetória de colocar nossos nomes na história, que seja de uma vez por todas, lutando por esse título inédito", acrescentou Pablo, na entrevista coletiva. 

De fora 
Por enquanto, o técnico Antônio Carlos Zago ainda não começou a montar a equipe para o jogo contra o Sampaio Corrêa/MA. 

Muito provavelmente, a equipe deve ser quase a mesma do jogo passado contra o Tupi, quando houve o acesso, entrando Edimar no lugar de Ligger, que ficará de fora, por causa do terceiro cartão amarelo. 

Reforços 

Punidos com cartão na Fares 
O diretor de futebol do Fortaleza, Marcelo Paz, já informou que os jogadores do elenco da Série C que forem punidos com o terceiro cartão amarelo na competição, poderão reforçar o time da Taça Fares Lopes, que é dirigido pelo técnico Daniel Frasson. Assim sendo, é provável que o zagueiro Ligger, que recebeu o terceiro cartão amarelo na Série C, possa enfrentar o Ceará na próxima quinta-feira (5/10), às 20 horas na Arena Castelão, contra o Ceará. 

Jogadores pendurados 
São sete os jogadores do Fortaleza que estão pendurados com dois cartões amarelos na Série C e já se candidatam a reforçar a equipe da Taça Fares Lopes. São três atletas do time titular: Éverton, Leandro Lima e Lúcio Flávio e quatro outros que entram sempre na formação principal: Ronny, Wellington Reis, Jô e o centroavante Paulo Sérgio.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.