Ceará

Seis são capturados por torturar e matar mulheres

Ao todo, 11 pessoas são apontadas por possível relação com o crime. Uma adolescente é suspeita de liderar as ações.

Uma adolescente de 17 anos foi apreendida e cinco pessoas foram presas, suspeitas de agredir e assassinar Luziara Rodrigues do Santos (16) e Carolina Moraes de Melo (23), mortas no último domingo (17), na rua Manoel Gadelha, no Morro do Santiago, que fica no bairro Barra do Ceará. De acordo com o relato de duas sobreviventes, a menor seria a responsável por toda a ação criminosa. 

Os corpos foram encontrados com com sinais de tiros. Segundo a família de uma das jovens, os cabelos delas foram cortados e elas tiveram as siglas de uma facção criminosa escritas de tinta azul. As vítimas foram reconhecidas por familiares na Coordenadoria de Medicina Legal (Comel). De acordo com a família de Luziara, ela saiu no sábado à noite dizendo que iriam à uma festa na avenida Beira mar, na Praia de Iracema. 

Para chegar ao evento, a garota pegou um ônibus com outras sete mulheres. "Só que no coletivo estavam oito homens e quatro mulheres com camisas do Fortaleza, que vinham de um jogo de futebol. Foi aí que houve um desentendimento pelo fato das meninas serem do Padre Andrade e eles do Morro do Santiago, bairros rivais, onde há brigas de facções", comentou uma pessoa que preferiu não ser identificada. A versão foi confirmada pela Polícia Civil. 

Ao todo, 11 pessoas são investigadas por participação no crime. Além da adolescente, foram capturados: Gernanda do Nascimento da Rocha (19), Rivânia do Nascimento Cândido (19), Antônio Francisco do Nascimento Felipe (18), Lucas do Nascimento Oliveira (18) e Paulo Sérgio da Silva (28).

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.