Ceará

Torcida protesta durante treino do Ceará em Porangabussu

Durante treino no Estádio Vovozão, torcedores cobram retorno de ex-titulares e exigem Ceará no G4

Escalar um time não é e nunca foi tarefa fácil para um técnico de futebol. E quando o resultado positivo não vem, qualquer alteração ou escolha fica ainda mais sujeita à críticas. É o que aconteceu no Ceará durante o treino aberto realizado nessa quinta-feira (21), em Porangabuçu. 

Cerca de 100 torcedores compareceram ao Estádio Carlos de Alencar Pinto para acompanhar as atividades realizadas no período da tarde e parte deles não economizou nos protestos. As críticas se referiam a três motivos: a saída da equipe do G4 da Série B e a ausência de jogadores que vinham sendo titulares ou que a torcida julga ter espaço entre na equipe principal.

Insatisfeitos com os últimos resultados da equipe (derrota para o Londrina e empate contra o América/MG), os torcedores alvinegros cobraram os retornos do experiente atacante Magno Alves e do meia Ricardinho ao time principal, além das presenças do volante Raul e do lateral-direito Pio, que não começaram jogando na partida contra o "Coelho", pela 24ª rodada. 

Os mais exaltados dirigiram críticas ao técnico Marcelo Chamusca, que comandou uma atividade de posicionamento e bolas alçadas na área, utilizando, inicialmente, a mesma formação que enfrentou o América/MG na última sexta, com apenas uma alteração: Lelê no lugar de Rafael Carioca. 

O atacante Cafu foi poupado das atividades e deu apenas voltas ao redor do gramado, assim como Roberto, que ainda segue no período de transição e dificilmente terá condições de enfrentar o Brasil de Pelotas neste sábado, às 19 horas, no Castelão. 

Ponto de vista 
O meia Pedro Ken conversou com a imprensa ao final dos trabalhos e falou sobre o comportamento do torcedor. O atleta considera que a ansiedade pelo acesso pode ser um dos motivos da cobrança. "A gente entende. Até porque estávamos no G4 e acabamos saindo. Tem alguns anos que o Ceará que o Ceará vem 'batendo na trave' e a expectativa (pelo acesso) é grande. É normal gerar essa cobrança quando a gente não consegue pontuar, principalmente dentro de casa. É normal e vamos buscar essa vitória no sábado", destacou. 

O zagueiro Rafael Pereira também acredita que o fato do Ceará ter saído da zona de classificação é o principal motivo das críticas dos torcedores, mas também ressalta que o fato pode servir de motivação para o grupo. "O torcedor cobra. Nós vínhamos há várias rodadas no G4 e creio que pelo motivo da gente ter saído agora o torcedor se sentiu na obrigação de vir cobrar para que as coisas voltem a ser como era antes. Então acho que a gente tem que tentar levar tudo que for de positivo para dentro de campo para que a gente possa fazer o nosso melhor".

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.