Ceará

Fortaleza vence o Sampaio e sai na frente na semifinal

Surpresa na escalação, atacante Leandro Cearense garante vitória do Fortaleza por 1 a 0 sobre o Sampaio Corrêa-MA. Com resultado, Leão joga por um empate no sábado, em São Luís, para chegar à final da Série C

A vitória por 1 a 0 sobre o Sampaio Corrêa-MA, ontem à noite, que colocou o Fortaleza em vantagem na semifinal da Série C do Brasileiro, teve um personagem inesperado. No gramado do Castelão, brilhou a estrela do atacante Leandro Cearense — que não é cearense. Foi ele o autor do gol da vitória que deixou o Tricolor a um empate da final da Terceirona.

A presença do seu nome na escalação, divulgada momentos antes da partida, foi uma surpresa. Afinal, o atacante, que nasceu em Castanhal-PA, mas tem os pais naturais de Parambu-CE (Sertão dos Inhamuns), não havia feito nenhum gol pelo Tricolor até ontem, e desbancou Lúcio Flávio, artilheiro do time no ano com 13 gols. Mas quis o destino que no seu 10º jogo vestindo a camisa do Fortaleza — o terceiro como titular —, o experiente centroavante de 32 anos fosse o responsável pela construção da vantagem que o time levará para o jogo de volta. 

Para se classificar, o Sampaio Corrêa precisa agora vencer a volta no estádio Castelão, em São Luís, por dois ou mais gols de diferença. Se devolver o 1 a 0, decisão por pênaltis. Em caso de qualquer outra vitória por um gol de diferença, o Fortaleza avança pelo critério de gol qualificado. 

O técnico Zago contará com força quase total para o jogo de volta, às 17 horas de sábado. O meia Ronny, que estava pendurado, foi o único advertido com cartão amarelo e está suspenso. Por outro lado, o zagueiro Ligger, que cumpriu suspensão ontem, volta. Mas ele não deve retomar a titularidade. Isso porque se teve um ponto a se destacar no Tricolor ontem foi a solidez defensiva. A zaga, formada por Edimar e Adalberto — dupla muito pedida pela torcida — funcionou muito bem. 

Por outro lado, o Fortaleza não fez grande jogo. E nem o Sampaio. Quando o árbitro Felipe Gomes autorizou o início da peleja, a expectativa de um jogo aberto, entre dois times que buscam um título nacional, foi substituída pela burocracia de equipes que mais estavam com medo de errar que vontade de acertar. 

A sensação era que ambos ainda estavam na ressaca da semana de comemorações pelo acesso à Série B. O jogo só ficou interessante no segundo tempo, quando o Fortaleza percebeu que não podia seguir na calmaria proposta pelo Sampaio, que claramente veio para empatar. Aquela burocracia do primeiro tempo era o que o time visitante queria: não voltar para São Luís com desvantagem. Aos nove minutos, Hiago acertou o travessão no ensaio do gol, que saiu aos 14, com Leandro. 

O Leão esteve perto de ampliar. Foram pelo menos duas boas chances de marcar, mas pecou no último passe. De toda forma, os 29.277 torcedores presentes saíram do Castelão felizes com o time que coroou a festa do acesso abrindo caminho para chegar à final. 

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.