Sobral

Prefeito de Sobral volta a ser criticado pela Igreja Católica, missa celebrada na Igreja do Patrocínio

A missa celebrada pelo pároco da Igreja de Nossa Senhora do Patrocínio de Sobral, no último sábado, vai ficar para história, como um dos protesto contra o prefeito da cidade Ivo Gomes. Durante a homilia (prática que instrui os fiéis sobre a religião),  padre Jairo Linhares da Ponte, fez referência aos atos de demissões praticados pelo gestor municipal que numa semana, demitiu cerca de 600 educadores, contratados para trabalhar na educação até 31 de dezembro, mas de forma inesperada, as demissões foram antecipadas, e sem aviso prévio começaram as demissões. 

 Padre Jairo criticou de forma contundente a maneira grosseira de como a cidade está sendo administrada. Ivo já havia sido alvo de crítica em outra oportunidade, pelo padre Herlandino, vigário paroquial da Catedral de Sobral, que também usou o sermão da missa de domingo do dia 18 de junho, deste ano para cobrar além da conclusão das obras de restauro do Altar-Mor, melhores serviços públicos oferecidos pela Prefeitura, tendo em vista os impostos e as multas cobradas à população. "A obra na Catedral está parada há muito tempo. Vocês já sabem qual é o motivo, qual é a razão. A gente pede que vocês possam nas orações de vocês rezar. Para que na misericórdia, Deus toque nos corações dos nossos governantes. E que eles tenham, não digo nem sensibilidade, mas o mínimo de respeito para com quem frequenta a igreja, com a fé do povo católico”. Disse o Vigário naquela ocasião.

O prazo de restauro já se venceu. iniciado em novembro de 2016, teria duração de 10 meses de trabalho. Os serviços em curso são custeados por um convênio firmado entre as secretarias de cultura do Estado do Ceará e da Prefeitura Municipal de Sobral, com interveniência da ECOA e deverão ocorrer em um prazo de
(Wilson Gomes)

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.