Ceará

Vovô enfrenta o Internacional credenciado como melhor visitante

Ceará enfrenta o Internacional consciente das dificuldades em jogar contra o líder, em estádio cheio, mas aposta em suas capacidades que o credenciaram como melhor visitante na Série B e que o colocaram no grupo de acesso.

O jogo teoricamente mais difícil da Série B: equipe com maior investimento (disparado), com melhor elenco, com estádio cheio e prestes a chegar na pontuação do acesso. Medo? Mal presságio? O Ceará enfrenta, neste sábado, o Internacional, às 16h30, com transmissão da TV Verdes Mares, mais tranquilo e sereno como nunca. 

O tom da confiança alvinegra quem dá é o próprio técnico do time, Marcelo Chamusca, e a tabela do campeonato. O treinador sabe das dificuldades que enfrentará em um Beira-Rio com cerca de 40 mil pessoas, mas também confia em seu time, que ganhou corpo e coleciona o oitavo jogo sem conhecer o que é derrota. Além disso, o grupo sabe - embora não deva se confiar - que ficará no G-4 na rodada independente do que acontecer. 

"A expectativa é enfrentar um adversário que vai vir pra cima, vai propor jogo, vai jogar no nosso campo. E a gente vai precisar ter organização defensiva e consistência para marcar o adversário, ter alto poder de concentração, ambição e qualidade para jogar quando tiver a bola. Vai ser um jogo que vai ter que ter qualidade de propor também no campo do adversário. Isso vai ser muito importante", analisou. 

Primeiros minutos 
Parte da estratégia de Chamusca para surpreender o Internacional é evitar que se tome gol logo no início do jogo, assim como aconteceu na partida do primeiro turno, na Arena Castelão, que terminou com o placar de 2 a 0 para os gaúchos. "Não podemos proporcionar determinados erros que façam com que o adversário saia na frente, principalmente no início do jogo. Isso aí traria uma dificuldade maior para nós, porque eles estão jogando em casa, e a gente ia precisar sair. Vai ser um jogo de alto poder de concentração, a gente tem um plano bem montado. Tenho certeza que os jogadores seguirão com fidelidade", acredita Chamusca.

Cumprida essa missão, a alternativa é explorar a possível ansiedade do Colorado, que poderá conceder espaços e, consequentemente, oportunidades de gol para o Alvinegro. 

Caminho traçado 
Mesmo em tom de mistério, Chamusca deve retornar Richardson para a posição de origem, volante, mesmo com o meia tendo atuado bem pela lateral direita nos últimos jogos. Tiago Cametá, que nem viajou, perdeu posição para Pio, que deve atuar na lateral e explorar a bola parada.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.