Brasil

Justiça condena Claudia Leitte a pagar R$ 382 mil por direitos trabalhistas a ex-guitarrista

A cantora Claudia Leitte e a Ciel Empreendimentos, produtora da loira, foram condenadas a pagar direitos trabalhistas a um ex-guitarrista, que trabalhou com ela entre 15 de agosto de 2009 e 15 de março de 2014. O processo já transitou em julgado e não cabe mais recursos. 

De acordo com o site G1, o juiz Adriano Bezerra Costa, da 1ª Vara do Trabalho de Salvador, reconheceu que o músico trabalhou para a cantora a partir de provas testemunhais. Ele alega que fazia média de onze shows mensais, recebendo, por cada um deles, R$ 800,00, entre 2010 e 2011, R$ 1.000,00 de 2012 a 2013, e R$ 1.200,00 em 2014. 

Condenada, a empresa de Claudia terá que fazer o registro na carteira de trabalho do músico, além de pagar aviso-prévio, férias, 13º salário, multa de 40% do FGTS e seguro-desemprego. Ao todo, o valor ultrapassa R$ 382 mil, segundo a ordem judicial. 

Claudia Leitte tentou recorrer à decisão do juiz alegando que o músico não tinha contrato de exclusividade e nem subordinação com ela, e que apenas prestava serviços como guitarrista. No entanto, a 5ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (TRT5-BA) manteve a decisão.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.