Ceará

Lucro líquido da Enel Ceará salta mais de 18% até setembro deste ano

A despeito da persistente crise econômica do País, o lucro líquido da Enel Distribuição Ceará saltou 18,2% no comparativo entre os nove primeiros meses deste ano e igual período de 2016. Segundo balanço divulgado pela concessionária ontem (31), o montante avançou de R$ 227, 96 milhões para R$ 328,55 milhões entre um período outro. 

Em nota divulgada à imprensa, a Enel afirmou que o avanço do lucro líquido ocorreu "principalmente em razão do aumento do Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) e de menores custos financeiros". O Ebitda, por sua vez, cresceu 14,8% no mesmo comparativo "em razão, principalmente, da maior receita e de menores provisões para inadimplência". 

A receita bruta também avançou (7,9%), tendo como principal justificativa os reajustes tarifários aplicados em abril de 2016 , de 12,97%, e abril de 2017, de 0,15%. Também impactou no aumento da receita "a maior contabilização de créditos regulatórios, resultado do maior custo de compra de energia nos primeiros nove meses de 2017, que serão incluídos no reajuste tarifário de 2018".

Investimentos 
O balanço da Enel Distribuição Ceará revelou ainda que os investimentos da empresa saltaram 42,5% nos nove primeiros meses de 2017 ante igual período do ano passado, ao passar de R$ 331,71 milhões para R$ 472,67 milhões. Os aportes da companhia foram feitos em conexão de novos clientes e modernização e digitalização da rede de distribuição. Como resultado dos maiores investimentos e custos operacionais, a dívida líquida da companhia registrou um crescimento de 2,4%, de R$ 907,50 milhões para R$ 929,14 milhões. 

Na avaliação do country manager da Enel Brasil, Carlo Zorzoli, a performance da empresa avançou "graças a maiores investimentos na conexão de novos clientes e na digitalização da rede elétrica, principalmente por meio da implementação de sistemas de automação para a gestão remota da rede"

"Temos aprimorado também nossa performance financeira, apesar da queda na venda de energia em razão da desaceleração econômica do país. Estas melhorias representam mais um avanço para seguirmos aprimorando a qualidade do serviço prestado pela empresa", finalizou Zorzoli.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.