Ceará

Após cortes nos repasses do Fundeb municípios cearenses tende a agravar a crise financeira

O Ministério da Educação (MEC) pulicou portaria que estabelece corte em torno de 50% nos recursos da complementação do Fundeb, referentes a novembro, dezembro deste ano e janeiro de 2018.

O Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) é uma das principais receitas das Prefeituras, junto com o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Com o corte, tende a agravar a crise financeira enfrentada pelos municípios cearenses.

Os efeitos deverão ocasionar consequências adversas para os municípios, professores e profissionais da educação que poderão ter atraso salarial em várias cidades do Interior.

Com base na portaria, o reajuste do piso salarial dos professores será de 6,82% para o próximo ano, que dificilmente, os municípios conseguirão arcar com o impacto do novo salário.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.