Ceará

Ceará, Ferroviário e Floresta conhecem seus rivais

Ceará, Ferroviário e Floresta conhecem seus rivais no torneio, que terá premiação recorde, mas fórmula traiçoeira

Os três representantes cearenses, Ceará, Ferroviário e Floresta, conheceram na tarde de sexta-feira seus adversários na Copa do Brasil 2018. A competição, que terá a participação de 91 clubes, terá para este ano uma premiação recorde. O campeão receberá R$ 50 milhões, maior cota do futebol nacional. Só na 1ª Fase, o Ceará, clube da Série A receberá R$ 700 mil, enquanto Ferroviário e Floresta, R$ 500 mil por participação. 

A principal novidade no regulamento é a ausência do gol qualificado. Dessa forma, gols marcados na casa do adversário não valem mais como critério de desempate. A competição terá oito fases e será disputada as entre 31 de janeiro e 17 de outubro. 

Na 1ª Fase, o Ceará enfrentará o Brusque, de Santa Catarina, em jogo único fora de casa com vantagem do empate para o Vovô, segundo regulamento do torneio. Com o sorteio dirigido e já com mando definido, se passar pelo primeiro rival, o Alvinegro poderá ter pela frente o Londrina (que enfrenta o Ariquemes/RO) em jogo fora de casa, mas sem a vantagem do empate. Na 2ª Fase, em caso de igualdade, a decisão irá para os pênaltis. Já na 3ª Fase, existe a possibilidade de duelo ante o Atlético/PR, agora em dois jogos.

O presidente do Ceará, Robinson de Castro, lembrou do regulamento traiçoeiro da Copa do Brasil nas primeira fases, com jogo único fora de casa. "A Copa do Brasil é uma competição que a torcida do Ceará tem uma relação diferente, pelas campanhas que o clube já fez, chegando em final e semifinais, mas ela está sendo de risco muito grande. Um time bem ranqueado como o Ceará, faz jogo único fora de casa, contra um adversário e pode ser surpreendido, como foi este ano com um gol irregular. Uma eliminação que custou o emprego de um treinador (Gilmar Dal Pozzo) e pôs em dúvida todo um planejamento para o ano. Por isso é uma competição, por mais que seja tenha uma premiação interessante, é traiçoeira". 

Surpresas?
Já o Floresta enfrentará o Botafogo/PB, em partida no Presidente Vargas. A vantagem do empate é do time paraibano. "É um adversário difícil, tradicional, com bons jogadores, mas um adversário possível de ser batido. Vamos jogar no PV, que é nossa casa, o campo que nós conhecemos e contamos com o apoio da torcida do Floresta e dos torcedores cearenses no geral para buscarmos a vitória e avançarmos na competição", declarou Diego Felício, presidente do Floresta.

A equipe da Vila Manoel Sátiro, em conseguindo o feito de superar a fase inicial, já pode se deparar com o gigante Atlético Mineiro na próxima etapa. 

O Ferroviário volta a disputar uma competição nacional em partida única contra o Confiança/SE na capital cearense. O time sergipano tem a vantagem do empate. "Time forte, de tradição assim como o Ferroviário. Previsão de grande jogo e com chances reais de avançarmos. Adversário que nos traz boas lembranças de confrontos na Série C de 1997, onde vencemos nos pênaltis numa manhã festiva com estádio Elzir Cabral lotado, um dia que ficou na história de todo torcedor Coral", exaltou Newton Filho, Diretor de Marketing do Ferrão. 

Se o Tubarão avançar da primeira fase, o adversário posterior pode ser o Sport. 

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.