Brasil

Ministro do STJ diz que sociedade deve acordar para o drama da crise hídrica no Brasil

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Herman Benjamin, disse na noite dessa sexta-feira (8), durante o Seminário Internacional sobre Direito da Água, no Tribunal de Justiça do Rio, que sociedade deve acordar para o drama da crise hídrica no Brasil.

“Os nossos rios estão morrendo e sofrendo com a diminuição de sua vazão. Há uma crise hídrica no Brasil e é importante que toda a sociedade acorde para o aspecto dramático dessa situação”, disse Benjamin, organizador do encontro preparatório para o 8º Fórum Mundial das Águas, que se realizará em março de 2018, em Brasília, que acontecerá pela primeira vez no Hemisfério Sul.

“É um momento importante para nós debatermos os nossos avanços, os nossos fracassos no que se refere à água. Quem imaginaria que faltaria água nas grandes cidades brasileiras, como São Paulo e Brasília?”, ressaltou.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, também participou do evento mas não falou com a imprensa, restringindo-se a discursar sobre o tema, no encerramento do encontro. Segundo ela, é necessário criar um instituto do Ministério Público para o meio ambiente. A procuradora-geral disse que o acesso à água faz parte dos direitos humanos fundamentais, o que ainda não está garantido nas leis dos países. “A água é um bem essencial à vida”, frisou Dodge.
(Agência Brasil)

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.