Brasil

Pesquisa: 56% dos brasileiros querem que Lula possa ser candidato

Pesquisa CUT-Vox Populi divulgada na sexta-feira (15), sobre a opinião dos brasileiros em relação à situação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, aponta que mais da metade dos entrevistados querem que o petista tenha o direito de se candidatar novamente à Presidência da República.

Foram ouvidas 2 mil pessoas, entre os dias 9 e 12 de dezembro, em 118 municípios de todos os Estados e do Distrito Federal, em capitais, regiões metropolitanas e no interior. 

Cinquenta e seis por cento das pessoas defendem que, independentemente de ter ou não intenção de votar no petista, caso ele se candidate, é vital ao processo democrático brasileiro que Lula possa concorrer às eleições de 2018. Outros 34% acham que ele deve ser impedido e 10% não souberam ou não quiseram responder.

Para 48% dos entrevistados, Lula deve ser julgado pelo povo brasileiro, nas urnas. Outros 42% afirmam que o julgamento deve ser feito por juízes, e 10% não sabem ou não responderam. 

O levantamento mostra ainda que 40% dos brasileiros e brasileiras consideram que o juiz Sérgio Moro nunca chegou a provar qualquer ligação entre o triplex e o ex-presidente Lula. Outros 33% acham que o magistrado provou e 27% não sabem ou não responderam. 

Outros 40% avaliam que Lula é tratado pelo Judiciário de forma diferente do que outros políticos, a exemplo de Michel Temer e de Aécio Neves. Esse sentimento é mais forte no Nordeste, onde 54% dos entrevistados consideram parte da Justiça tendenciosa.

O caso
Lula foi condenado por Moro, responsável pela Lava Jato em primeira instância, a nove anos e seis meses de prisão, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A sentença é relativa ao processo que investigou a compra e a reforma de um apartamento triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo. A decisão prevê que Lula poderá recorrer em liberdade.

Na última terça-feira (12), o Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, marcou para 24 de janeiro de 2018 o julgamento da apelação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra a sentença. 

O processo foi incluído na pauta da 8ª Turma do tribunal, responsável pelos recursos da Operação Lava Jato na segunda instância da Justiça Federal. O relator da apelação é o desembargador João Pedro Gebran Neto. O colegiado também é composto pelos desembargadores Leandro Paulsen e Victor Laus. 

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.