Ceará

Prefeito de Paracuru é preso por porte ilegal de armas e gestores são afastados

A pedido do Ministério Público Estadual do Ceará (MPCE), a Polícia Civil realizou, na manhã desta quarta-feira, 13, operação no município de Paracuru, adotando medidas cautelares ao prefeito José Ribamar Barroso Baptista, além de secretários e empresários. A Operação Cascalho do Mar investiga fraudes em licitação, além do crime de associação criminosa e corrupção. A ação policial se estendeu por Fortaleza, Tauá, Eusébio, Caucaia e Groaíras.

O prefeito foi conduzido coercitivamente e afastado do cargo. Conhecido na região como Ribeiro, ele ainda foi preso em flagrante por porte ilegal de armas. Foram cumpridas prisões preventiva e temporária, busca e apreensão, além do afastamento de outros gestores públicos de Paracuru. 

O filho do prefeito de Paracuru, Ranieri de Azevedo Batista, e os empresários Alonso de Melo Feitosa e Gabriel Ilário da Silva foram presos preventivamente. A chefe de Gabinete e filha do prefeito de Paracuru, Joana D’Arc Batista Carvalho, a secretária de Governo de Paracuru Érica da Silva Brasil, e o empresário Ricardo Henrique Lemas foram presos temporariamente. Todos foram encaminhados para o Centro de Triagem e Observação Criminológica, no município de Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza. 

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.