Ceará

Compra de material escolar em feira de livros usados gera economia de até 80%

A tradicional feira de livros usados da Praça dos Leões, em Fortaleza, chega à 25ª edição ofertando mais de 21 mil exemplares, entre didáticos e paradidáticos. São 70 boxes que vão abrir todos os dias até 28 de fevereiro

A compra do material escolar já está movimentando o comércio de Fortaleza e pesando no orçamento familiar. Para a compra dos livros, itens mais caros da lista, muitos pais procuram feiras para troca e compra de exemplares usados e economizam até 80%. A tradicional feira da Praça dos Leões é umas das opções mais procuradas e já está na 25ª edição. Neste ano, são mais de 21 mil exemplares ofertados, distribuídos em 70 boxes. Começou na terça-feira, 2, e segue até dia 28 de fevereiro, funcionando de domingo a domingo.

“Em tempo de crise econômica, o usado é a melhor opção”, indica Sérgio Augusto, presidente da Associação dos Livreiros e coordenador da Feira na Praça dos Leões. Segundo ele, os consumidores costumam economizar, em média, 60%, podendo atingir 80% de abatimento.

Na feira, os preços dos livros variam de R$ 15 a R$ 110. A diferença de valores entre os exemplares pode atingir 65%, comparando novos e usados.

O consumidor também pode levar o livro didático ou paradidático usado que tem em casa para incluir na negociação com os vendedores. Os preços dependem do estado de conservação e ano do produto. Dois livros podem ser trocados por um ou funcionar como desconto no valor total da compra, explica Sérgio.

A vendedora Eudene Barroso, 53, tem participado das 25 edições da Feira de usados na Praça dos Leões. Com o box “Maria Eudene”, ela oferece mais de 300 livros, que vão do Infantil I ao 9º ano. Ela observa que a procura por livros usados vem sendo cada vez maior.

Dicas
Para uma compra segura, Sérgio recomenda alguns passos: procure livreiros cadastrados; vá diretamente às bancas e procure saber quem são os proprietários dos boxes; peça para carimbar os livros para possibilitar a troca; e pegue o telefone de quem você está comprando ou com quem está negociando.

Planejamento e pesquisa de preços são as recomendações de Érico Veras para as compras de material escolar dos filhos. Ele, que é pesquisador de finanças pessoais na Universidade Federal do Ceará (UFC), orienta que a regra é atentar ao orçamento da família.

“Veja a melhor opção de pagamento. Tudo que puder pagar à vista e que tenha desconto vai ser vantagem. Mas vai das condições de cada consumidor. É melhor parcelar do que entrar no cheque especial”, afirma.

Antecipação é o que também sugere o especialista, pois deixar para última hora pode comprometer o orçamento. “Quem deixa para comprar na última hora paga mais caro, não vai ter tempo para pesquisar”, destaca Veras.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.