Ceará

Governo do CE define data de lançamento oficial do Programa Hora de Plantar 2018

O governo do Estado do Ceará ainda não definiu a data de lançamento oficial do Programa Hora de Plantar 2018 para os agricultores familiares. Neste ano, serão atendidos 150 mil produtores rurais. As sementes de grãos e raquetes de palmas forrageiras já estão nos armazéns regionais do Interior, aguardando só o transporte para os escritórios locais da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Ceará (Ematerce). 

Na edição anterior, foram distribuídas 3.217 toneladas de sementes, mas, neste ano, serão 2.630 toneladas, embora atendendo o mesmo número de agricultores. A distribuição começou na região do Cariri, nesta segunda-feira, por Milagres, e ontem nas cidades de Barro e Aurora. 

Em Milagres, a distribuição deve terminar no próximo dia 19, atendendo cerca de 1.400 agricultores familiares do Município. A entrega deve seguir a probabilidade do início das chuvas, nas unidades regionais da Ematerce, na seguinte ordem: Milagres, Barbalha, Campos Sales, Iguatu, Tauá, Crateús, Tianguá, Quixeramobim, Morada Nova, Fortaleza e Marco. 

Na próxima semana, a distribuição deve ser intensificada na região do Cariri; no fim deste mês, no Centro Sul e Inhamuns/Crateús; e no início de fevereiro, na Ibiapaba, Sertões Central, Canindé e Baixo Jaguaribe, concluindo as entregas pelo território do Maciço de Baturité, Metropolitana e Norte (Vale do Curu/Aracatiaçu e Sobral). 

"O projeto está em sendo finalizado em todo o Estado", explicou o técnico do Projeto Hora de Plantar, Carlos Alberto Moreira. Neste ano, deverão ser distribuídas 2.130 toneladas de milho; 300 toneladas de feijão caupi; 200 toneladas de sorgo forrageiro; 6,5 milhões de raquetes de palma forrageira; 400 mil mudas de cajueiro anão precoce; 170 mil mudas de essências florestais nativas, exóticas e frutíferas, além de 5 mil m³ maniva de mandioca. 

A exemplo dos anos anteriores, o programa começa no Cariri que é a primeira a ser beneficiada com as chuvas de pré-estação. Em relação ao ano passado, o lançamento está atrasado. A solenidade de lançamento do Projeto para safra 2016/2017, ocorreu na cidade do Crato, no dia 28 de dezembro de 2016.

A coordenadora de Desenvolvimento da Agricultura Familiar (Codaf) da Secretaria de Desenvolvimento Agrário do Ceará (SDA), Neyara Lage, destacou a importância do projeto que, mesmo em um período de chuvas abaixo da média, que se estende desde 2012, pode contribuir com tecnologia na produção agrícola. "As sementes disponibilizadas pelo programa atendem uma série de critérios técnicos, desde as cultivares recomendadas, conforme mapeamento do Ministério da Agricultura, até o rigoroso controle dos lotes, observando germinação, pureza, infestação", explicou.

Neyara Lage defende também que os agricultores têm que estar com as sementes nas mãos esperando pela chuva para evitar que não plantem ou que utilizem material de propagação sem a devida qualificação.

As sementes de milho, feijão, sorgo forrageiro e mamona, estão sendo disponibilizadas nos 11 armazéns regionais, aguardando o deslocamento para os escritórios municipais da Ematerce para, em seguida, serem disponibilizadas nos municípios aos agricultores familiares.

Esta será a 31ª edição do Projeto, criado em 1987, pelo então secretário de Agricultura do Estado, Eudoro Santana, pai do governador Camilo Santana. Na época, denominava-se Arrancada da Produção, proporcionando, desde então, sementes de qualidade, buscando a ampliação da produtividade das principais culturas, em especial o milho e feijão. 

Preocupação
"A nossa preocupação é com a escassez de chuva", disse o gerente local do escritório da Ematerce, José Maria Rangel de Macedo. "A terra está seca e os agricultores devem esperar a umidade adequada do solo para o plantio", acrescentou.

O coordenador local do escritório da Ematerce, em Campos Sales, no Cariri Oeste, Vicente Fernandes, disse que aguarda transporte e autorização para iniciar a distribuição das sementes. "Sem chuva, no momento, não há pressão por parte dos agricultores", frisou. "Temos esperança de um bom inverno, mas, por enquanto, a chuva é muito pouca". O gerente regional da Ematerce, em Iguatu, Joaquim Virgulino Neto, afirmou que a semente já está no armazém regional e na terceira semana deste mês deve chegar aos municípios. "Devemos começar a distribuir na última semana deste mês ou no início de fevereiro", frisou.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Iguatu, Evanilson Saraiva, defende a distribuição da semente o quanto antes. "O inverno pode ser tardio, mas a semente estando nas mãos dos agricultores, eles saberão o tempo certo de plantar", argumentou.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.