Brasil

Novo laudo do IML reafirma que Maluf tem condições de ficar preso na Papuda

Novo laudo do IML (Instituto Médico Legal) enviado à Justiça do Distrito Federal nesta segunda-feira (8) reafirmou que o presídio da Papuda, em Brasília, tem condições de dar atendimento ao deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) e que, por isso, não há a necessidade de que ele seja transferido para prisão domiciliar.

A informação consta de manifestação do juiz da Vara de Execuções Penais do DF, Bruno Aielo Macacari, enviada ao desembargador do TJ-DF (Tribunal de Justiça do Distrito Federal) que vai julgar um pedido de liberdade apresentado pela defesa de Maluf.

"Destaco que, em 08/01/2018, acostou-se o laudo da perícia médica do IML, com as respostas aos quesitos formulados pela defesa, no qual se concluiu que o sentenciado está acometido de doenças graves, mas sem indicação de que há algum impedimento ao cumprimento da pena privativa de liberdade recolhido no Centro de Detenção Provisória (CDP), desde que assistido pela equipe médica", diz trecho do ofício enviado ao TJ-DF pelo juiz.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.