Ceará

Ceará bate o Uniclinic no Castelão e se recupera no Campeonato Cearense

Ceará vence Uniclinic por 2 a 0 no Castelão, acaba com jejum no Estadual e vai com moral para o Clássico

O Ceará entrou em campo ontem no Castelão para seu 5º jogo no Campeonato Cearense pressionado por estar fora do G6, devido a três resultados ruins no certame local. Mas o Alvinegro superou o desentrosamento de seu time 'alternativo' e venceu o Uniclinic por 2 a 0 no Castelão, em jogo adiado da 1ª rodada, chegando aos 7 pontos e saltando para a 5ª colocação.

Com o resultado, o Alvinegro chega com moral para o Clássico-Rei contra o Fortaleza no domingo, 4, às 18 horas, no Castelão. Já o Uniclinic, se mantém ameaçado de rebaixamento, e com 4 pontos, está apenas um ponto à frente do Guarani de Juazeiro, que abre o Z2. 

Por ter atuado na terça-feira pela Copa do Nordeste quando venceu o CSA no Castelão, o Ceará precisou lançar a campo uma equipe bem diferente da titular. Com uma formação que nunca havia atuado junta, o Vovô teve muita dificuldade para furar o bloqueio defensivo do Uniclinic, que se postava bem atrás, com linhas defensivas bem definidas. 

Assim, a partida não fluía, pois nem o Ceará conseguia criar, nem o Uniclinic contra-atacar com eficiência. 

Com um jogo tão amarrado, a primeira chance de gol só saiu aos 27 minutos, para o Uniclinic, em cobrança de falta de Zé Aquiraz que Éverson defendeu. 

O Ceará só respondeu aos 42 minutos e marcou logo o seu gol: Roberto fez boa jogada pela direita e cruzou na medida para Douglas Coutinho só escorar: 1 a 0 para o Vovô. 

Ao marcar o 1º gol pelo Ceará, Coutinho se animou, e mandou uma bomba de fora da área para defesa do goleiro Arthur. 

Polêmica
O 2º tempo começou com o Ceará meio devagar, satisfeito com a vantagem e o Uniclinic atacando. E logo aos 10 minutos a Águia da Precabura, assustou, em chutaço de Fábio Leite de fora da área: a bola bateu no travessão, caiu dentro do gol, mas a arbitragem não validou, deixando o lance seguir.

Após o gol não validado, o Uniclinic sofreu mais um, no ataque seguinte do Ceará. Aos 14 minutos, Leandro Silva cruzou na cabeça de Élton, que só escolheu o canto para ampliar: 2 a 0. 

Abatido, o Uniclinic não esboçou mais reação e o Vovô - que poderia até ter ampliado com Roberto - segurou o placar sem dificuldade até o final.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.