Carnaval

Encanto e alegria marcou o desfile das escolas de samba no último dia de Carnaval em Sobral

Sete escolas de samba desfilaram na passarela Marinho Pereira, em Sobral, nesta terça-feira (13), de Carnaval. Mesmo depois de fortes chuvas o desfile, mobilizou um grande público que lotou as arquibancadas e prestigiaram toda apresentação das agremiações.
A primeira escola a entrar na Avenida foi a Unidos das Pedrinhas. Com o tema ‘35 anos de glória está no palácio do Samba’, resgatando sua própria história nos Carnavais de Sobral. Em seguida, a Unidos da Vila União retratou a ‘Amazônia, o pulmão do Mundo’, uma homenagem aos povos, cultura e luta em defesa da floresta.
Já a Mocidade Independente do Alto da Brasília levou para a Avenida a história da cachaça. Enaltecendo a relação do brasileiro com a cachaça desde o período colonial.
Noutra frente, a Estação Primeira do Sinhá Saboia, levou para a passarela uma homenagem ao cantor e compositor sobralense Belchior, que morreu no ano passado. A escola explorou a vida pública e artística do cantor. Por conseguinte a Unidos do Alto do Cristo se inspirou na tradição do São João do Nordeste e levou para a Avenida no seu samba-enrendo toda alegria da cultura nordestina.
Em seguida, os Acadêmicos do Dom Expedito, apresentou a história do surgimento do bairro, e o desenvolvimento da sua gente, sua cultura e memoria. Para fechar o desfile, a Princesa do Samba, campeã do Carnaval do ano passado, cantou a infância. Com o samba-enredo 'É brinquedo, é brincadeira; dá licença, minha Princesa brincando vai educar’, a escola briga pelo bi-campeonato.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.