Sobral

Ex-vereador de Sobral terá de devolver R$ 108 mil aos cofres públicos

O servidor do Instituto de Pesos e Medidas de Fortaleza (IPEM-Fort), Ismerino Mendes, terá que devolver R$ 108 mil aos cofres públicos. O ex-vereador de Sobral, que vinha embolsando salário sem trabalhar, poderá também responder por peculato (art. 312 do CP), cuja pena pode chegar a 12 anos de prisão. O Ministério Público também determinou a apuração criminal do caso.
O MP acusa Ismerino de receber indevidamente recursos tanto da Prefeitura de Sobral como também do Governo do Estado do Ceará, acumulando funções sem nunca ter trabalhado, comprovando a Improbidade Administrativa. O ato vedado pelo ordenamento jurídico brasileiro.
O ex-vereador, além de ser o responsável pelo Instituto de Pesos e Medidas, mantém um programa em seu canal no youtube, patrocinado por empresas que ele deveria fiscalizar. O “barba branca” do IPEM é conhecido na “princesa do Norte” por suas frequentes denúncias contra quem faz oposição ao prefeito de Sobral, Ivo Gomes (PDT). Ismerino atualmente é funcionário da prefeitura de Fortaleza, mas não pisa na capital cearense.
Veja a denúncia do Ministério Público
(cearanews7.com)

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.