Brasil

Justiça manda soltar advogado que dizia ser do Comando Vermelho

O advogado Manoel Elivaldo Batista de Lima Junior, 26 anos, foi solto no inicio da noite desta sexta-feira, 9, por determinação do Juiz de Direito, Raimundo Nonato da Costa Maia, da 3ª Vara Criminal de Rio Branco.

O magistrado revogou a prisão preventiva de Manoel que estava preso no Batalhão de Operações Especiais (BOPE) desde novembro do ano passado quando videos em que ele se dizia pertencer a facção criminosa Comando Vermelho vazaram nas redes sociais. Em um desses videos, Elivaldo aparece portando um simulacro de submetralhadora.

Na época, o advogado teve sua prisão decretada e o seu registro na Ordem dos Advogados do Brasil no Acre (OAB/AC) suspenso por 90 dias. Para deixar a prisão, Elivaldo teve uma tornozeleira eletrônica implantada em sua perna e será monitorado 24 horas por dia.

Apesar de Manoel Elivaldo ter sido solto a poucas horas do inicio do carnaval em Rio Branco, o juiz definiu medidas cautelares onde ele é obrigado a comparecer em juízo cada vez que for intimado. Ele também está proibido se ausentar da cidade de Rio Branco sem prévia comunicação as autoridades e também está proibido de frequentar bares e boates.

A justiça definiu também que ele está proibido de andar armado ou cometer qualquer outra tipo de crime sob pena de retorna a prisão. Ele também está proibido de sair de casa durante o período noturno.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.