Brasil

Sem Dani Sperle no páreo, musa carioca promete menor tapa-sexo do Carnaval

Musa da Renascer de Jacarepaguá, Andrea Martins garante que usará o menor tapa-sexo da Sapucaí deste Carnaval. E ninguém tasca! Menor que a tampa de uma caneta esferográfica - 1,5 cm cravado na fita métrica -, a peça de látex parece ser ainda menor ao vivo.

Não venho nua. Aliás, nem poderia porque as escolas proíbem, perdem pontos como prevê o regulamento, mas eu venho bem peladona, sim. Do jeito que gosto de desfilar: com pintura no corpo e com o menor tapa-sexo da Sapucaí. Neste ano não vai ter polêmica.

Quando fala em polêmicas, ela se refere ao "duelo" que sempre travou com Dani Sperle, que neste ano não desfila. “A gente meio que rivalizava [risos] todos os anos. Era guerra por centímetros”, diverte-se. No ano passado, Andrea foi obrigada a usar um "triquíni" na União da Ilha do Governador.

"O buxixo todo foi porque o tapa-sexo estava tão rente à pele que as pessoas achavam que eu estava sem, que estava com genitália de fora. Jamais prejudicaria a escola e aí não pude sair”, explica.

Por incrível que pareça, sua “fantasia” custa em torno de R$ 25 mil. “Sou conhecida como a musa das pinturas desde 2011 e capricho na produção. Tenho os gastos com o costeiro, a cabeça, a sandália e a pintura corporal, feita por um profissional [Madson de Araújo]. Trago ele de São Paulo e banco tudo. É um investimento que me traz também retorno porque trabalho o ano inteiro com isso. Participo de Carnaval fora de época, eventos de publicidade e feiras eróticas”, conta. 

Ela começou a sambar aos 14 anos como passista na União da Ilha do Governador e na Caprichosos de Pilares. Nos últimos 10 anos virou musa e, desde 2011, é conhecida como a diva das pinturas. “Sempre fui fã da Globeleza, da Valéria Valenssa, achava lindo o corpo pintado. Há sete anos resolvi usar a pintura em vez de fantasia e achei o meu nicho.”

Base para sua "arte", Andrea diz não ter cuidados exagerados e jura que não faz dieta. A musa revela que já chegou a pesar 98 kg. “Além do peso da segunda gravidez, tive um problema hormonal e aí foi muito difícil perder quase 30 kg que ganhei. Consegui dar a volta por cima”, diz. Ela também é professora de dança e diz que a atividade a ajuda a manter os seus 74 kg distribuídos nos 112 cm de quadril e 1,70 m de altura.

Às vésperas da folia, ela conta que já sente o nervosismo pré-Sapucaí. “Procuro mentalizar coisas boas para que tudo saia bem na avenida, mas a gente fica tão ansiosa, tão nervosa que sonhamos coisas ruins. Não, o tapa-sexo não vai cair porque é seguro, superconfortável e tudo vai dar certo!" 

À frente da ala 19 da Renascer, Andrea vai representar a dança dos índios. A escola está no Grupo de Acesso e desfila nesta sexta-feira (9).

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.