Ceará

Chefe da facção GDE em Maranguape morre numa troca de tiros com a Polícia Militar

O criminoso, identificado por "Diogo GDE", preferiu morrer a se entregar para a Polícia
Um bandido considerado de altíssima periculosidade e que seria um dos líderes da faccção criminosa Guardiões do Estado (GDE) em Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza, morreu em uma troca de tiros com policiais militares. O fato aconteceu na manhã de sexta-feira. Outros integrantes do grupo criminoso já foram identificados e estão sendo caçados.
Segundo a Polícia, moradores denunciaram a presença de vários bandidos armados na periferia da cidade. Todos estariam escondidos dentro de uma casa que servia como esconderijo para o bando após a prática de assaltos, assassinatos e para o tráfico de drogas.
Com o endereço na mão, os policiais foram ao local indicado, mas acabaram sendo recebidos a tiros pelos criminosos. Foi, então, pedido reforço e várias patrulhas cercaram a área, se estabelecendo um forte tiroteio. Alguns criminosos conseguiram fugir por um matagal próximo, mas outro, que seria o chefe do bando, tombou na porta dos fundos da casa com uma arma na mão. Ele foi identificado como Diogo e seria o líder da GDE naquela região.
O corpo do bandido foi encaminhado à Coordenadoria de Medicina Legal (Comel), órgão pertencente à Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).
Outro caso
Em outra ação de combate ao crime, a Polícia baleou e matou um bandido durante uma troca de tiros no bairro Parangaba, em Fortaleza, por volta de 20h53 desta sexta-feira. Outros componentes do bando foram presos. Com um carro roubado, a quadrilha praticava assaltos em série, quando se deparou com a PM e decidiu trocar tiros. O assaltante morto não foi, ainda, identificado.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.