Ceará

Fim de semana sangrento no Ceará com 50 pessoas assassinadas, entre elas 10 mulheres

Nas ruas da Grande Fortaleza, corpos foram deixados no rastro da violência armada das facções
Cinquenta pessoas foram assassinadas no Ceará no período de 72 horas, compreendendo sexta-feira (2), sábado (3) e domingo (4). O balanço ainda é parcial, mas revela que o estado teve mais um fim de semana sangrento. A maioria dos Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs) ocorreu na Região do Interior Norte, com 17 homicídios. Entre as 48 vítimas estão 10 mulheres.
Em seguida, aparecem a Região Metropolitana de Fortaleza, com 16 homicídios e a Capital, com 14 crimes. Na Região Interior Sul foram apenas três casos, conforme as autoridades.
Em Fortaleza, os 14 homicídios ocorreram nos seguintes bairros: Maraponga, Vicente Pinzón, Parangaba, Granja Portugal, Edson Queiroz, Conjunto José Walter (triplo homicídio), Mondubim (duplo), Jacarecanga, Autran Nunes, Vila Velha e Ancuri.
Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), os 16 assassinatos aconteceram nos seguintes Municípios: Caucaia (3), Maracanaú (3), Maranguape (3), Pacatuba (2), Horizonte, Cascavel, Pacajus, Chorozinho e Eusébio.
Sertão violento
Vinte pessoas foram também mortas no Interior do Ceará no fim de semana.
Na Região Norte, foram 17 homicídios nos seguintes Municípios: Guaramiranga (duplo), Ipaporanga (2 casos), Sobral (2), Santana do Acaraú (2), Boa Viagem, Granja, Paraipaba (achado de cadáver carbonizado), Trairi, Caridade.
Barreira, Amontada, Ipueiras e Redenção.
No Interior Sul foram apenas três casos: Orós, Fortim e Senador Pompeu.
Mulheres
Dez mulheres figuram entre as vítimas da violência armada no fim de semana. Os crimes ocorreram nos seguintes Municípios: Fortaleza/Capital, com cinco homicídios (nos bairros Granja Portugal, Edson Queiroz, Mondubim e Jacareganga), Sobral (2 casos), Pacajus, Caucaia, Maranguape e Ipaporanga.
(Fernando Ribeiro)

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.