Ceará

Governo do Ceará lança programa para ampliar realização de cirurgia eletivas no estado

O Governo do Ceará lançou, nesta segunda-feira (5), em solenidade realizada no Palácio da Abolição, o Programa Plantão Saúde Cirurgia. A ação consiste na abertura de edital de chamamento público para empresas ou entidades filantrópicas da iniciativa privada que tenham interesse em se credenciar junto à Secretaria da Saúde para realização de cirurgias eletivas (que exigem procedimentos de alta ou média complexidade). O objetivo é de, através das parcerias, reduzir a lista de espera e trazer mais celeridade aos atendimentos em todo o Estado. Ao todo, serão destinados R$ 55,5 milhões para execução desses procedimentos.
Diante de profissionais da Saúde e lideranças políticas estaduais e municipais, como a deputada Mirian Sobreira, o governador Camilo Santana apresentou o programa na cerimônia, acompanhado da vice-governadora, Izolda Cela; do secretário da Saúde do Estado, Henrique Javi; do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio; prefeitos de outros municípios e deputados estaduais.
O chefe do Executivo destacou que o chamamento público é a concretização de uma pesquisa de mercado realizada pelo Governo do Ceará, por meio da qual foi traçada a média dos preços que os hospitais no Estado cobram para executar as cirurgias mais complexas. “Identificamos preços atrativos para que a gente pudesse executar. A ideia é que isso ocorra o mais rápido possível e que os hospitais possam atender a essa demanda da população cearense”, disse.
Camilo Santana ressaltou que qualquer hospital pode se credenciar, conforme o edital que vai ser publicado no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira. “O Edital está sendo lançado com todos os procedimentos que o Estado tem interesse que os hospitais privados ou filantrópicos executem, com todos os preços. Então, é só o hospital se credenciar, para aquela especialidade e para aquele procedimento específico que deseja, e a Secretaria da Saúde já vai começar a repassar o nome dos pacientes e o local, e aí o hospital já faz a programação para a execução da cirurgia”, detalhou.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.