Brasil

Tite vibra por ver a Seleção Brasileira forte mesmo sem Neymar

O técnico Tite teve um motivo a mais para comemorar as duas vitórias mais recentes da Seleção Brasileira, por 3 a 0 sobre a Rússia e por 1 a 0 sobre a Alemanha, as últimas antes do anúncio dos convocados para a Copa do Mundo. Ambas foram conquistadas sem o principal jogador da equipe, o atacante Neymar, em recuperação de uma cirurgia para correção de fratura no quinto metatarso do pé direito.
“A nossa fera, um top 3, estava fora. A equipe sente falta do Neymar, mas está aprendendo a jogar e a ser forte sem ele. Isso tudo gera força de equipe”, celebrou o treinador, nesta terça-feira, em Berlim, logo após recuperar a autoestima de quem ainda sofria com a histórica goleada por 7 a 1 para a Alemanha.
Contra a Rússia, Tite escolheu Douglas Costa como substituto de Neymar. O jogador da Juventus teve uma atuação convincente e ficou próximo de assegurar uma vaga no Mundial. Depois, diante da Alemanha, preferiu ser mais cauteloso e adotou um esquema tático com três volantes, Casemiro, Paulinho e Fernandinho.
Ainda sobre Neymar, Tite discordou de quem viu o meia Philippe Coutinho se destacar mais sem o amigo ao lado. “Não. O Neymar faz a função de atacante, sendo vertical, buscando o gol. O Coutinho é flutuador, de composição de meio-campo, atuando centralizado ou de fora para dentro, como um articulador. Um potencializa o outro, e não prejudica”, argumentou.
O centroavante Gabriel Jesus, autor do gol da vitória sobre a Alemanha, foi mais um a falar sobre Neymar. “Todos vão comentar sobre ele, jogando ou não. Os brasileiros têm que ver que o Neymar é importante não só para a gente, mas para o futebol, com a alegria que carrega no rosto e nas pernas”, elogiou.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.