Brasil

CBF afasta trio de árbitros após erros em Vitória x Flamengo

O trio receberá os lances em vídeo para que relatórios sejam confeccionados com avaliações
A comissão de arbitragem da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) decidiu pelo afastamento do trio de arbitragem que comandou o empate entre Vitória e Flamengo por 2 a 2, no último sábado (14), em Salvador. O árbitro Wagner Reway e os auxiliares Fábio Rodrigo Rubinho e Marcelo Grando farão uma reciclagem após os erros considerados graves. Eles estão fora das próximas três rodadas da Série A do Campeonato Brasileiro.
O trio receberá os lances em vídeo para que relatórios sejam confeccionados com avaliações. Caso se mostrem aptos, voltarão a apitar no Brasileirão. Enquanto isso, eles só podem dirigir jogos na Série B.
Na visão da comissão de arbitragem, o erro no segundo gol do Flamengo foi mais grave do que o polêmico lance que resultou na expulsão de Everton Ribeiro. O posicionamento equivocado do auxiliar acaba por definir a jogada.
Já na ocasião em que o meia do Flamengo foi expulso, a comissão de arbitragem entendeu que a velocidade fez a diferença no lance. A orientação é para que os árbitros tomem uma decisão rápida. Entendem que houve um erro, mas nada será alterado.
O juiz Wagner Reway não fez adendo na súmula e mostrou convicção sobre a mão do jogador. Logo, o equivocado cartão para Everton Ribeiro não será anulado. Foi um erro de interpretação, o que não pode ser alterado por imagens e análise posterior. A comissão vê tal mudança como algo descartado.
A CBF se mostrou incomodada com a série de erros logo na primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Sem a aprovação do árbitro de vídeo, os profissionais terão de trabalhar para corrigir as falhas cada vez mais frequentes.
Por sua vez, o Flamengo promete um protesto formal na CBF e pressiona cada vez mais contra as arbitragens. O clube da Gávea se julga prejudicado com frequência e cobra providências da entidade.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.