Ceará

Prefeito de Tauá é condenado a pagar multa de R$ 340 mil e tem os bens bloqueados

O prefeito de Tauá, Carlos Windson (PR), foi condenado a pagar multa de R$ 340 mil por descumprir o Termo de Acerto de Conduta (TAC) fechado com o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE). Pelo acerto, o gestor se comprometeu a regularizar os salários atrasados de servidores municipais até o fim de março de 2018.
Carlos Windson chegou a ser notificado pelo Ministério Público e pelo juiz responsável pela decisão, porém não regularizou o atraso nos pagamentos ou sequer apresentou defesa em tempo hábil. Diante do descaso do prefeito, o MPCE realizou um levantamento de documentos nas escolas do município e estipulou a multa total em R$ 340 mil. Pelo TAC, Carlos Windson pagaria R$ 10 mil por dia de atraso.
Contas bloqueadas
Para garantir o pagamento da multa, a Justiça determinou ainda o bloqueio dos bens de Carlos Windson e a penhora dos itens até que o valor de R$ 340 mil, garantindo o pagamento da multa. O prefeito ainda pode recorrer da decisão.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.