Ceará

Saiba qual a vantagem de cada time na decisão do Estadual

Decisão do Estadual começa com time do Vovô mais descansado, e Leão tentando sustentar a vantagem
O panorama da decisão do Campeonato Cearense 2018, entre Fortaleza e Ceará, está cravado. O Tricolor, por ter somado mais pontos (seis contra três) nas semifinais, tem a vantagem de dois resultados iguais para se sagrar campeão pela 42ª vez na história.
Ao Ceará, cabe a missão de somar quatro pontos em dois jogos, ou levar a melhor no saldo de gols em caso de uma vitória para ambos os lados, para conquistar o 45º título estadual. Neste contexto, a primeira partida da finalíssima, que será realizada nesta quarta-feira (4), às 21h45, na Arena Castelão, já conta com situações que podem ajudar os dois times, sendo que só um deles conseguirá o objetivo, que é chegar no segundo jogo com mais tranquilidade para tentar ser campeão.
De um lado, o Fortaleza joga com o regulamento a seu favor para sustentar ou até ampliar a vantagem, caso vença o Ceará por mais de um gol de diferença no primeiro jogo. Do lado alvinegro, o técnico Marcelo Chamusca deve tentar reverter a vantagem colocando em campo um time mais descansado, com jogadores não atuaram no último domingo contra o Uniclinic.
Portanto, que fator pesará mais na decisão em dois jogos? A vantagem de dois resultados iguais do Fortaleza ou a vantagem física do Vovô, por seus titulares não terem atuado no domingo?
O volante Pablo, do Fortaleza, é ciente da vantagem do Tricolor, mas admite que o time entrará em campo sem pensar nisso. "O Fortaleza é um time gigante, que não entra pensando em vantagem. Eu vi uma entrevista do Ricardinho (do Ceará), que o time que quer ser campeão não pode pensar em vantagem. É com esse espírito que vamos para decisão", definiu.
O técnico Rogério Ceni pode voltar a mexer no time, mais uma vez, já que alguns jogadores estão no departamento médico. Ao todo, seis jogadores estão em recuperação. São eles o zagueiro Adalberto, o volante Anderson Uchôa, o meia Jean Patrick, o atacante Wesley e mais recentemente o lateral Leonan e o goleiro Marcelo Boeck.
Sem drama
No Ceará, o goleiro Éverson admitiu que a vantagem de dois resultados iguais do Fortaleza é relevante, mas que pode pesar o fato do time titular do Ceará não ter atuado no domingo.
"Não ficamos com sentimento de frustração por não entrarmos na final com a vantagem. A vantagem de dois resultados é relevante, mas não é determinante. O professor Chamusca fez um belo planejamento com os jogadores titulares entrando descansados no primeiro jogo da final, pois jogaram apenas quinta-feira. Podemos reverter essa vantagem já no primeiro jogo se vencermos. E quem senta em cima da vantagem, estamos acompanhando que acabam perdendo essa vantagem. Por isso é jogar para vencer, impondo nosso estilo de jogo", disse ele.
Dos titulares do Vovô, o goleiro Éverson jogou os 90 minutos diante do Uniclinic, enquanto o Wescley jogou 22 minutos, além de Felipe Azevedo e Ricardinho atuado 45.
"A vantagem é um bônus. E parece que o mundo acabou porque a perdemos no último jogo. O objetivo era chegar à final e conseguimos. Independente de vantagem, precisaremos nos sobrepor ao adversário em 180 minutos", disse o técnico do Ceará, Marcelo Chamusca.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.