Brasil

Deputados presos do PMDB tentam lançar candidatura de herdeiros

Entre os possíveis candidatos à Câmara está Danielle Cunha, filha do deputado cassado Eduardo Cunha
Os deputados estaduais Jorge Picciani, Edson Albertassi e Paulo Melo, além do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, todos do PMDB do Rio de Janeiro, estão montando estratégia para lançar candidaturas de parentes nas eleições de dentro da cadeia.
De acordo com informações do jornal O Globo, uma das principais apostas é na publicitária Danielle Cunha, pré-candidata a deputada federal pelo Rio. Esta será a primeira vez que ela concorre a um cargo eletivo.
Presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Picciani escolheu como seu substituto na Casa o ex-prefeito de Queimados Max Lemos, que deve concorrer para deputado estadual.
Outro nome que pretende tentar uma vaga na Alerj a mulher de Paulo Melo, Franciane Motta, ex-prefeita de Saquarema, na Região dos Lagos. Já Albertassi deve ter dois aliados na disputa para a Câmara dos Deputados: América Tereza, ex-presidente da Fundação para a Infância e Adolescência (FIA), e Jackson Emerick, subdiretor da TV Alerj.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.