Sobral

Hospital do Coração realizará mais de 40 cirurgias cardíacas de alta complexidade por ano


Consórcio Público de Saúde da Microrregião de Sobral destinará R$ 200 mil anuais para a realização das cirurgias
Os pacientes que sofrem patologias graves no coração chegam a esperar mais de um ano por uma cirurgia e alguns acabam falecendo antes de chegar ao procedimento. Em Sobral e Região Norte, 145 pacientes esperam cirurgias cardíacas de alta complexidade. A demanda deverá ser alcançada a partir de um convênio celebrado na quinta-feira, 10 de maio, entre o Consórcio Público de Saúde da Microrregião de Sobral  e o Hospital do Coração Padre José Linhares Ponte, integrante do Sistema Santa Casa de Misericórdia de Sobral, administrado pela Diocese de Sobral. A expectativa é realizar entre 3 a 4 cirurgias por mês, uma média superior a 40 procedimentos por ano. O Consórcio destinará R$ 200 mil anuais ao hospital, respeitando a tabela de procedimentos do Sistema Único de Saúde (SUS).
A expectativa é zerar a fila de espera para cirurgias cardíacas, segundo Henrique Jorge Javi de Sousa, titular da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa). “Na realidade, quando falamos em zerar, chega a ser uma ousadia porque as patologias vão continuar acontecendo e vão ter sempre pacientes aptos para isso. O objetivo do Governo do Estado, Prefeitura de Sobral e o lançamento do consórcio é garantir a minimização dos pacientes na fila de espera de uma cirurgia complexa como essa”, define.
O objetivo é ainda garantir que cada vez mais pessoas possam se recuperar. “Estamos lutando contra o tempo em patologias complexas como essas”, garante Henrique Javi O chefe do poder executivo e presidente do Consórcio Público de Saúde da Microrregião de Sobral (CPSMS), Ivo Gomes, disse ainda que é possível que o valor destinado ao hospital do Coração possa ser ampliado. “Dependendo da capacidade, podemos expandir”, ressalta.
Para o provedor do hospital do Coração, o bispo diocesano Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos, trata-se de um marco para a saúde. “É um momento histórico de grandiosa importância. Essa iniciativa do Consórcio Público de Saúde, liderada pelo nosso prefeito de Sobral, Ivo Gomes e todos os que aderiram a essa iniciativa. Isso possibilitará um repasse ao Hospital do Coração para atender pessoas da microrregião que não tem condições mínimas de fazer uma consulta e serão os beneficiados. A previsão é de que a fila de espera possa ser sanada até o final do ano”.
Gestão Enxuta
A atual direção do Hospital do Coração tem investido em uma gestão enxuta angariando o máximo com o mínimo de recursos. “Buscamos otimizar os processos”, segundo o diretor clínico, o médico sobralense David Carneiro Neto. O médico explica que o hospital tinha uma capacidade ociosa de 30% a 40% de capacidade técnica e profissional que será destinada à nova demanda por cirurgias. O índice de mortalidade nas cirurgias no Hospital do Coração é baixo, segundo David Carneiro. As consultas e exames passam pela central de regulação. São sete cardiologistas responsáveis pelos exames e consultas.
Alta complexidade
A agricultora Rosa Cunha de Azevedo, 55, foi a primeira beneficiada com uma cirurgia cardíaca de alta complexidade no Hospital do Coração. Pouco antes do procedimento, ela recebeu uma bênção do bispo diocesano Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos. “Deus é misericórdia e eu estou muito feliz porque eu sei que vou ficar boa”, conta. Rosa começou a sentir dores nas pernas e no peito e muito cansaço há cerca de sete meses. Hipertensa e com colesterol alto, ela precisará passar por uma ponte mamária e uma ponte de safena.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.