Brasil

Marco Aurélio solta Taradão, acusado de matar Dorothi Stang

O ministro Marco Aurélio Mello, do STF, ordenou ontem a suspensão da execução provisória da pena do fazendeiro Reginaldo Pereira Galvão, conhecido como Taradão.
Galvão está preso desde setembro do ano passado, acusado de ser o mandante do assassinato da missionária norte-americana Dorothy Stang no Pará, em 2005.
Em 2010, o fazendeiro foi condenado a 30 anos. A condenação foi mantida em segunda instância: o STJ reduziu a pena para 25 anos, mas autorizou a prisão.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.