Ceará

Ferrão cede o empate ao time do Altos/PI e agora terá que vencer fora

Ferrão cede o empate ao time do Altos/PI e agora terá que vencer fora ou levar a decisão para as penalidades máximas
Após estar vencendo desde o primeiro tempo, o Ferroviário cedeu o empate em 1x1 para o Altos/PI, ontem, na Arena Castelão, pela partida de ida da terceira fase da Série D.
Os corais desperdiçaram a chance de ganhar em casa e agora terão de vencer fora dos seus domínios, no dia 23 de junho, às 16 horas, no Estádio Felipe Raulino, no interior do Piauí. Um novo empate levará a decisão para as cobranças de penalidades.
O Tubarão e o Jacaré travaram um duelo muito movimentado no primeiro tempo, com oportunidades de abrir o placar para os dois times. No entanto, os corais tiveram um volume de jogo maior e posse de bola acima do time piauiense.
Com o jogo franco, aberto, o gol poderia sair a qualquer momento e foi o Ferrão quem tomou a iniciativa, aos 10 minutos. O Ferroviário se utilizou de uma jogada ensaiada para chegar ao primeiro gol. Lucas Mendes, que atua na ala direita do Ferrão, cobrou um lateral para dentro da área. Esquerdinha disputou no alto com um zagueiro e a bola sobrou livre para Juninho Quixadá, que estava quase dentro da pequena área. Ele cabeceou e marcou 1x0. O jogo seguiu disputado e novamente com chances para ambas as equipes, até o final do primeiro tempo, mas os cearenses conseguiram segurar o placar
Modificação
Para o segundo tempo, o técnico do Jacaré, o cearense Oliveira Canindié, resolveu sacar o meio-campista Vagner para a entrada do atacante Tavares. Posteriormente, Oliveira Canindé trocou um atacante por outro mais centralizado. Retirou Joelson para a inclusão de Manoel. No decorrer do segundo tempo, o Ferroviário teve condições de ter ampliado o placar, mas seus homens de frente não aproveitaram as oportunidades, especialmente Valdeci. Somente dos seus pés, o Ferrão desperdiçou duas chances de sair com uma vitória, uma aos 25 minutos e outra aos 47, todas no segundo tempo de partida.
O Altos não perdoou. O centroavante Manoel recebeu a bola na meia-lua da grande área, ajeitou no peito e girou o corpo sem deixá-la cair, mandou uma bomba no ângulo, marcando um golaço, empatando o jogo e complicando a vida dos corais.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.