Ceará

Médica do Hapvida chega atrasada e ataca pacientes: bando de favelados.

A médica Edileuza Quitéria, da Hapvida, chegou atrasada para um dia de trabalho e encontrou pacientes que a esperavam, com toda razão, revoltados.
Questionada pelo descaso, Edileuza chamou os clientes da plano de saúde de “bando de favelados” e os humilhou moralmente.
Em tempo
O incidente foi em Pernambuco e o Hapvida demitiu sumariamente a médica Edileuza Quitéria na última segunda-feira. A direção também negou aceitar esse tipo de tratamento com seus associados.
O plano de saúde cearense é hoje avaliado em R$ 24 bilhões.
Confira a cena lamentável
  

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.