Brasil

Para não ficarem de fora do governo, PP e DEM avaliam aliança com Ciro

Centro-direita deve apostar no pedetista ao invés do parceiro histórico Geraldo Alckmin (PSDB)
O PP e o DEM devem decidir por uma aliança improvável para as eleições deste ano. Os partidos estudam a estratégia de firmar uma parceria com o candidato Ciro Gomes (PDT) para não não correrem o risco de acabarem na oposição em 2019.
Como explica a coluna Painel da Folha de S. Paulo, a possibilidade do pedetista passar para o segundo turno agrada, mas se ele perder para o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), o centro-direita não teria problemas, visto que o tucano precisa deste grupo para governar. Já Ciro poderia contar com os partidos de esquerda.
No entanto, ainda de acordo com a coluna, o DEM possui mais afinidade ideológica com o PSDB e uma relação sólida com Alckmin, o que torna a decisão difícil. Mesmo assim, para não ficar de fora do governo, o DEM pode acabar decidindo por apoiar Ciro.
O pedetista, por sua vez, ainda não tem um vice definido. Cogita-se a possibilidade de Benjamin Steinbruch, do PP, formar a chapa. Mas aliados afirmam que Ciro está se aproximando do PSB, que deve ser o partido a indicar o seu vice.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.