Ceará

Professor é assassinado a tiros por aluno dentro da escola na Região Metropolitana de Fortaleza

O professor foi baleado dentro da sala de aula, diante dos alunos, e acabou morrendo quando era socorrido. O atirador conseguiu fugir e está sendo procurado na cidade
Um professor foi morto a tiros, na manhã desta quarta-feira (27), na cidade de Guaiúba, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O crime aconteceu na Escola de Ensino Fundamental e Médio José Tristão Filho, localizada na Rua Maria do Carmo, 100. Segundo as primeiras informações colhidas pela Polícia no local do crime, um aluno invadiu a escola e atirou contra o professor Alan Nogueira, que era também o coordenador da unidade de ensino.
O crime aconteceu em sala de aula, diante de vários estudantes. Em seguida, o atirador fugiu. Os dois haviam discutido anteriormente. O professor foi baleado no tórax e abdome.
Uma equipe de socorristas foi enviada ao local, mas a vítima não resistiu aos ferimentos. O clima de pânico tomou de conta dos alunos, funcionários e demais professores da escola. A Polícia Militar cercou o local, mas não localizou o aluno atirador.
Outros casos
Na semana passada, um aluno foi baleado dentro da sala de aula em uma escola pública, em Fortaleza. O crime ocorreu no bairro Quintino Cunha, na zona Oeste da Capital. O rapaz, de 17 anos, foi atingido com um tiro de raspão na cabeça e outro nos braços, sendo socorrido para o Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro), onde permaneceu internado alguns dias e foi liberado.
Em abril, um estudante identificado como Francisco Matheus Lima Gurgel, de 17 anos, aluno do 2º ano do Ensino Médio, foi assassinado, a tiros, dentro de um colégio no Município de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A Escola Eunice Weaver foi o palco da violência.
No dia 2 de fevereiro, uma estudante de 15 anos foi assassinada, a tiros, na porta da escola particular onde estudante, localizada no cruzamento das ruas Tulipa Negra e Cônego de Castro, no bairro Presidente Vargas. A aluna, identificada como Regilana de Oliveira, chegava à escola quando bandidos tentaram matar um homem que estava próximo. Uma bala perdida acabou atingindo mortalmente a estudante. No dia 19 de março, uma estudante ficou ferida ao ser atingida por uma bala perdida disparada em uma escola pública no bairro Ancuri, também na Capital.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.