Brasil

Willian marca dois, Palmeiras vence o Grêmio fora e sobe para terceiro

No duelo entre dois times candidatos a vencer tudo que disputam em 2018, Palmeiras e Grêmio jogaram um futebol de campeão, mas foi o Verdão quem venceu. No que para muitos foi o melhor jogo do Brasileirão até aqui, o Alviverde bateu o Tricolor por 2 a 0 com dois gols de Willian, que jogou com a faixa de capitão e ainda acertou a trave duas vezes. Duelo ainda marcou o reencontro de Roger Machado com sua ex-equipe.
O Palmeiras salta quatro posições na tabela e dorme na terceira colocação do Brasileirão, com 17 pontos. Pode perder postos para Atlético-MG e Fluminense, mas ainda dependerá do saldo de gols. Já o Grêmio perde três lugares e fica em sexto, com 16. Também corre o risco de cair ainda mais com os jogos da quinta-feira.
As duas equipes voltam a jogar no domingo. O Grêmio faz a segunda partida seguida na Arena, às 16h, contra o América-MG. Em situação inversa, o Palmeiras viaja a Fortaleza para enfrentar o Ceará, no mesmo horário.
A missão palestrina não era fácil no Sul. Em 27 jogos na temporada, o Grêmio sofreu apenas nove gols, além disso, estava a cinco sem ver suas redes balançarem. Os números impressionam, mas além da qualidade gremista, as marcas só não foram quebrados no primeiro tempo por sorte.
Antes de dois minutos do primeiro tempo, Willian carimbou a trave de Marcelo Grohe pela primeira vez – ele ainda acertaria o travessão antes do intervalo. O Tricolor, acostumado a adversários retrancados na Arena, se surpreendeu com a ousadia do Alviverde, que dominou a primeira metade dos 45 minutos iniciais.
O Palmeiras seguiu disposto a atacar, mas o Grêmio, com o tempo, conseguiu impor seu estilo de jogo. Trocando passes, a equipe da casa chegou a ter 64% de posse de bola, porém, sem entrar na área alviverde. Assim, a solução foi arriscar de longe, mas Jailson se mostrou seguro em todas as tentativas.
Se a sorte ajudou o Grêmio no segundo tempo, foi parceira do Maior Campeão do Brasil na etapa final. Logo no início, Arthur tentou cruzamento, a bola não bateu em ninguém, tomou o caminho do gol e bateu no travessão, em lance que seria falha clara de Jaison.
A estratégia de Roger Machado mudou para a etapa final, de maneira que poderia ser discutível. Jogando de igual para igual no primeiro tempo, o Palmeiras passou a esperar o Grêmio em busca do contra-ataque. O Tricolor se lançou à frente, e a ideia do treinador palestrino se mostrou acertada.
Aos 21 minutos, Felipe Melo dominou chutão da defesa no peito, e já abriu com Dudu. Na esquerda, o camisa 7 tabelou com Moisés, avançou para cima de dois marcadores e tocou entre eles para Willian. Bigode bateu de primeira, com a canhota, entre Marcelo Grohe e a trave, e abriu o marcador.
O Grêmio passou a pressionar demais e encurralar o Verdão em seu campo. Durante alguns minutos, a impressão foi de que era uma questão de tempo para o Tricolor chegar ao empate. Mas foi o Palmeiras quem matou o jogo.
No contra-ataque, Hyoran fez lindo lançamento para a esquerda, Leonardo Gomes tentou o corte e não conseguiu. A bola sobrou para Willian, que disparou em velocidade e tocou na saída de Marcelo Grohe.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.