Esporte

CBF ignora boatos sobre eliminação da Seleção

Para a CBF, essa mensagem não merece nenhum crédito e nem sequer uma resposta.
O texto começa com uma declaração atribuída a Fernandinho, após a derrota da equipe para a Bélgica, na sexta-feira (6). “Se as pessoas soubessem o que aconteceu na Copa do Mundo ficariam enojadas.” Nenhum jornalista presente à área de entrevista no estádio de Kazan, na Rússia, disse ter ouvido essas palavras do jogador.
Boatos idênticos circularam pela Internet assim que o Brasil se despediu da competição nas últimas três Copas. Sempre adaptados e atualizados. Desta vez, por exemplo, a escolha de Fernandinho parece ter uma conexão com o fato de ele ter sido um dos piores em campo no confronto com a Bélgica, quando fez até um gol contra.
Para a CBF, essa mensagem não merece nenhum crédito e nem sequer uma resposta – jornalistas que convivem com a rotina da Seleção também não têm dúvidas de que se trata de uma história inverídica e mal elaborada.
O problema é que ela vem se alastrando com muita força e rapidez pela Internet. Há os que a repassam como uma verdade inquestionável, sem se preocupar em checar minimamente se existe ou não algum fundamento de conteúdo.
O texto direciona acusações ao técnico Tite, ao presidente da Fifa, Gianni Infantino, e ao presidente da CBF, coronel Antônio Nunes, e menciona valores exorbitantes na transação de venda da participação do Brasil no Mundial da Rússia.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.