Ceará

Motoristas rodoviários decidem entrar em greve

Trabalhadores afirmam que em algumas empresas, os profissionais estão sendo pressionados a assinar um termo aditivo concordando com o fim da hora extra
Os rodoviários do transporte intermunicipal decretaram greve da categoria no Ceará. A paralisação deve começar em 72h para atender a legislação.
A paralisação foi motivada pela falta de acordo nas negociações de condições trabalhistas entre o Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Transporte Rodoviário de Passageiros Intermunicipal e Interestadual (Sinteti) e o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Intermunicipal e Interestadual do Ceará. O sindicato dos trabalhadores reclama que as negociações já se estendem por três meses, sem resultados.
O sindicato da categoria afirma que em algumas empresas, os profissionais estão sendo pressionados a assinar um termo aditivo concordando com o fim da hora extra (compensação em até seis meses), fim do passe livre dos rodoviários, mudança no pagamento do 3º para o 5º dia útil, intervalo de jornada reduzida de 11 para 8 horas, além de outros pontos que retiram direitos conquistados.
A categoria rejeitou proposta do sindicato patronal de redução da jornada de trabalho de 44h para 18h semanais. O Sinteti avalia que os salários terão redução de mais de 50%.
Na última reunião de negociação, realizada no dia 15 de junho, as empresas propuseram reajuste salarial de 3%. Além disso, a proposta patronal ofereceu aumento de 50 centavos no vale refeição e de R$ 10 na cesta básica, em troca da redução na jornada de trabalho e de salários.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.