Brasil

Uma chapa Ciro-Marina é a mais nova aposta do mercado político

Não há dúvidas de que a adesão do “centrão” à candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB) foi um duro golpe nos planos de Ciro Gomes (PDT), porém a ordem é seguir na busca de alianças. As conversas continuam em leque amplo, da direita à esquerda. A Coluna Painel (Folha de S.Paulo) sopra hoje uma dica que pode se tornar algo de grande relevância na disputa: Ciro tem sido aconselhado a se aproximar de Marina Silva, da Rede.
Em 2014, Marina promoveu um dos mais importantes lances da campanha presidencial daquele ano ao aceitar compor como vice de Eduardo Campos, do PSB. O ex-governador de Pernambuco aparecia nas pesquisas com índices bem abaixo aos de Marina. Na sequência, um acidente fatal tirou Campos da disputa e elevou Marina à condição de candidata.
As circunstâncias agora com Ciro não são muito diferentes. O mercado político sabe que a candidatura de Marina é frágil, com pouco dinheiro e tempo muito restrito no horário gratuito. Marina e Ciro dividem há meses o segundo e terceiro lugar nas pesquisas eleitorais e jamais um atacou o outro, sempre na expectativa de apoios mútuos.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.