Ceará

Eu não sou petista, mas sou Lulista, declara Eunício em convenção do PSD

Aproveitando da alta popularidade do ex-presidente Lula no Ceará para se reeleger, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB), deixou a convenção do PSD, na manhã desta sexta-feira, 3, com um fervoroso “Lula Livre”. “Não sou petista, mas sou Lulista”, declarou.
“O PDT tem um candidato (à presidente) e tem um candidato ao Senado. O MDB tem um candidato (à presidente) e tem um candidato ao Senado. O PT tem um candidato (à presidente) e um candidato ao Senado (Cid Gomes). Mas todos sabem, e não escondo isso de ninguém, comuniquei ao meu partido (apoio à Lula)”, disse. “Gostaria muito que o presidente Lula tivesse sendo julgado pela população brasileira nesse momento”, afirmou ao Blog Política.
O MDB oficializou a candidatura do ex-ministro da Fazenda, Henrique Meireles, ao Palácio do Planalto. Eunício explicou que os estados estão livres para apoiar qualquer nome para a presidência da República. O candidato do senador é o ex-presidente Lula. Eunício busca ser o palanque do ex-presidente Lula no Ceará, após o PT rifar a candidatura do senador José Pimentel à reeleição.
Entre esta sexta-feira, 3, e o sábado, 4, o PT, na Executiva Nacional e no Encontro do partido, respectivamente, o recurso impetrado pela ex-prefeita Luizianne Lins (PT) deve ser votado pela cúpula da legenda em São Paulo. O principal argumento é ter um palanque com um senador que peça votos para o ex-presidente Lula.
O presidente do Congresso Nacional, que já foi ministro do ex-presidente, parece querer representar o palanque lulista com o impedimento da candidatura de Pimentel.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.