Ceará

Grupo responsável por homicídios e expulsões é desarticulado no Ceará

Policiais civis da Delegacia Metropolitana Itaitinga, Região Metropolitana de Fortaleza, prenderam cinco suspeitos envolvidos em homicídios, tráfico de drogas e associação criminosa. O foco das diligências policiais foi uma comunidade conhecida por Conjunto Luiza Távora, onde a Polícia Civil recebeu informações sobre a concentração de práticas criminosas.
Uma das prisões ocorreu nessa segunda-feira (17). Adriano Mendes do Nascimento (22) – conhecido por “Neno” e com passagem por porte ilegal de arma de fogo – foi capturado por meio do cumprimento de um mandado de prisão preventiva e, com isso, pelos menos dois homicídios ocorridos na localidade foram elucidados. Um deles foi de Milene Alves da Silva (39), ocorrido em julho deste ano; e o segundo caso foi a morte de José Ronaldo da Silva Peroba (50), em maio também deste ano. De acordo com as apurações, “Neno” matou José Ronaldo, em razão da vítima praticar pequenos furtos na comunidade.
Em depoimento, o preso alegou ser trabalhador e não ter envolvimento com os crimes. Contudo, as investigações da Polícia Civil resultaram no colhimento de informações suficientes que apontam, inclusive, que “Neno” seria o chefe da organização criminosa no local.
Grupo preso
Anterior à prisão de “Neno”, outros quatro suspeitos já haviam sido capturados em flagrante, no dia 23 de agosto, também no Conjunto Luiza Távora, em Itaitinga. Roberto de Sousa Silva (21); Francisco de Sousa Filho (19); Julio Alves de Araújo (22) e Adriano Araújo de Lima (21) foram flagranteados em posse de um revólver calibre 38, com seis munições, entre elas uma de fuzil calibre 7.62; 23 trouxinhas de crack; um papelote de cocaína e valores em espécie. Além disso, o bando também é suspeito de expulsar uma família da comunidade.
No inquérito policial, realizado na Delegacia Metropolitana de Itaitinga, o quarteto, que não tinha antecedentes, foi autuado por tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo e na Lei das Organizações Criminosas. “Neno” e os quatro conduzidos também responderão pela intenção de tomar residências pertencentes aos moradores do conjunto.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.