Ceará

Idoso morre após ser amarrado por cuidadoras em Fortaleza

José Aírton Farias de Oliveira (60), foi encontrado morto nesta segunda-feira (24), vestindo apenas uma cueca, amarrado e com marcas de agressão. O corpo estava em um dos corredores da casa onde morava, na rua Padre Valdivino, no bairro Joaquim Távora. Duas mulheres que trabalhavam como cuidadora do homem, assumiram que o amarraram.
De acordo com a Polícia Militar, um terceiro cuidador foi à residência no fim de semana, chamou, mas não foi atendido. Hoje, voltou e também não foi atendido. Ele achou a situação estranha e pulou o muro, encontrando o corpo. O homem costumava dormir com a vítima, enquanto as mulheres cuidavam durante a manhã.
José Aírton morava com apenas com a mãe, uma senhora com mal de Alzheimer.
Ainda segundo a Polícia Militar, as mulheres assumiram que amarraram a vítima, alegando que ele "estava possuído". As duas suspeitas foram presas. No entorno da casa do idoso, vizinhos, indignados com a morte, comentaram que Aírton não costumava sair muito, mas era conhecido e querido por todas as pessoas da região.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.