Ceará

Por unanimidade, TRE-CE barra candidatura de Lia Gomes a deputada estadual

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), de forma unânime, negou o pedido de registro de candidatura de Lia Gomes (PDT) para vaga de deputada estadual. Irmã de Ciro e Cid Gomes, Lia faltou ao processo de revisão biométrica no Município de Caucaia, no qual está inscrita.
Em sessão presidida pela desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, presidente do TRE-CE, o relator, juiz Alcides Saldanha Lima, destacou a inscrição eleitoral cancelada para votar pelo indeferimento do registro. Votaram no mesmo sentido os juízes Tiago Asfor Rocha Lima, Eduardo Scorsafava, Cassio Felipe Goes Pacheco e Roberto Viana.
“Se de fato tinha interesse de botar seu nome para escrutínio, deveria ter o zelo básico de cuidar do alistamento eleitoral. A gente lamenta por uma questão tão básica, mas ela se colocou nessa situação, até porque é uma pessoa esclarecida, médica, de uma família de pessoas que militam na área partidária há muitos anos. Um desleixo nessa parte”, destacou o juiz Roberto Viana no seu voto.
Caso semelhante
O órgão havia decidido pela indeferimento de caso semelhante, da candidata Elizabeth Fernandes da Silva (PROS), na sessão do dia 6 de setembro. Elizabeth também faltou à revisão biométrica, inclusive no mesmo município. O Pleno votou por barrar a candidatura por unanimidade. Informações Diário do Nordeste.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.