Brasil

TSE determina retirada de notícias falsas sobre Haddad no Facebook

Em decisão liminar, o ministro substituto do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Carlos Horbach determinou que as páginas "República de Curitiba" e "Nas Ruas" alocadas no Facebook retirem do ar conteúdo informando que os US$ 16 milhões apreendidos pela Polícia Federal, no aeroporto de Viracopos, com o vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang, seriam utilizados na campanha do candidato do PT à Presidência da República Fernando Haddad.
O material foi publicado no fim de semana. Horbach determinou que o Facebook remova os conteúdos em até 48 horas.
O ministro determinou ainda que o Facebook apresente, em até 48 horas, "a identificação do número de IP da conexão usada para a realização do cadastro inicial dos respectivos perfis em que foram veiculadas as postagens; os dados apresentados e os dados cadastrais dos responsáveis por esses perfis; os registros de acesso à aplicação de internet eventualmente disponíveis". 
"Proceda-se à citação dos representados para defesa e, posteriormente, à intimação do Ministério Público Eleitoral para parecer", informou Hormach, em sua decisão.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.