Brasil

Contra Arábia Saudita, Tite vai modificar boa parte dos titulares

Na partida desta sexta-feira (12), a Seleção Brasileira entra em campo com mudanças em todos os setores da equipe para enfrentar a Arábia Saudita. Expectativa é pela volta do atacante Gabriel Jesus ao time titular
Em plena metamorfose após a decepção na Rússia, o Brasil irá voltar ao laboratório de testes no amistoso de hoje, contra a Arábia Saudita, quatro dias antes de medir forças com a Argentina, no que será o primeiro grande desafio no caminho do próximo objetivo: a Copa América de 2019 em casa.
O duelo, que será disputado em Riad, às 15 horas (horário de Brasília), será o terceiro jogo da Seleção Brasileira neste novo ciclo, depois das cômodas vitórias contra Estados Unidos (2 a 0) e El Salvador (5 a 0) em setembro, com Neymar como capitão definitivo da equipe.
Idas e vindas
Superado o golpe da eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia para a Bélgica, Tite anunciou que usaria o restante do ano para realizar algumas experiências.
Recém-renovado no cargo por mais um ciclo completo, Tite segue tendo como obsessão a conquista do hexacampeonato mundial que escapou na Rússia. Mas ainda falta uma eternidade até a Copa do Catar, em 2022, e alguns dos pilares da equipe já não são tão jovens.
Não viajaram à Arábia Saudita Thiago Silva e Willian, ausente de uma convocação pela primeira vez em cinco anos, em um grupo com 10 novidades em relação à equipe do Mundial, incluindo o renascido Lucas Moura, que voltou à Seleção graças à grande fase que vive no Tottenham.
Mas Tite já avisou que as ausências não significam nada, como prova a volta de Gabriel Jesus, ignorado nas convocações para os dois amistosos de setembro, quando ainda sofria com as críticas pelas atuações decepcionantes em solo russo.
Mas o atacante do Manchester City - provavelmente, titular na sexta-feira - ganhou mais um concorrente na briga para ser o goleador do Brasil, já que, além da presença do consagrado Roberto Firmino, viu a chegada de Richarlison, autor de dois gols na partida contra El Salvador.
Principais mudanças
As maiores mudanças são esperadas no setor defensivo, com Ederson sendo testado no gol, Fabinho e Alex Sandro nas laterais e Marquinhos e o estreante Pablo na zaga. Casemiro, Philippe Coutinho e Neymar continuam intocáveis na equipe.
"Será um jogo muito difícil, a Arábia Saudita não é uma equipe tão conhecida, mas contra a Seleção Brasileira todos querem jogar bem", valorizou o meia Fred, que joga no Manchester United.
Argentina em mente
Mas a atenção da Seleção está focada mesmo é no duelo da próxima terça-feira, contra a Argentina, o primeiro grande desafio do novo ciclo.
Embora seja apenas um amistoso, e sem Lionel Messi, Tite já avisou que todos os clássicos são importantes. Durante a brilhante etapa de preparação para a Copa do Mundo - na qual ressuscitou o Brasil com 17 vitórias em 21 jogos, Tite teve só uma mancha no currículo: a derrota para a Argentina (1 a 0) em amistoso disputado na Austrália, em junho de 2017.
"Mesmo sem Messi, tenho certeza que vai ser um grande jogo, um grande clássico. Eu quero ganhar da Argentina, com ou sem Messi", garantiu Philippe Coutinho.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.