Brasil

Cruzeiro derrota o Corinthians e conquista o seu sexto título da Copa do Brasil

Quando o assunto é Copa do Brasil, um nome vem a cabeça: Cruzeiro. Nesta quarta-feira, com a vitória sobre o Corinthians por 2 a 1, em São Paulo, o time mineiro conquistou pela sexta vez (1993, 1996, 2000, 2003, 2017 e 2018) se tornou o maior vencedor do torneio. De quebra, garantiu vaga na Libertadores da América de 2019 e faturou R$ 61,9 milhões pela conquista (R$ 50 milhões só pelo título). O clube paulista levou no total R$ 31,9 milhões.
Robinho e Arrascaeta fizeram os gols. O jogador uruguaio, após amistoso de sua seleção contra o Japão, na terça-feira, encarou 25 hora de voo de Tóquio até São Paulo (chegou ontem às 16h), ainda com escala em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.
— Conquista especial, com 33 anos dizem que está encerrando a carreira. Quase prejudiquei o título (fez o pênalti), mas o Arrascaeta salvou a gente — destacou Thiago Neves, autor do gol na vitória no jogo de ida por 1 a 0.
A decisão começou nervosa, sem grandes chances para ambos os lados. Isso mudou aos 27 minutos, quando Robinho, após chute de Barcos na trave, abriu o placar para o Cruzeiro. Os mineiros quase ampliaram, mas a trave salvou os paulistas na cabeçada de Dedé. O Corinthians ainda teve a chance do empate com Henrique no primeiro tempo, mas o zagueiro desperdiçou.
No segundo tempo entrou em ação o árbitro de vídeo. Thiago Neves derrubou Ralf dentro da área, Wagner do Nascimento Magalhães, após consultar o VAR, marcou o pênalti, que Jadson empatou. Aos 24, Pedrinho virou, mas com ajuda tecnológica, foi marcada falta de Jadson em Dedé no início do lance. No fim, aos 36, Arrascaeta, num golaço, garantiu o título.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.