Brasil

Fluminense bate Nacional no Uruguai e está na semifinal da Sul-Americana

Fluminense mostrou força nesta quarta-feira e venceu por 1 a 0 o Nacional-URU, em Montevidéu. Com o resultado, os tricolores conquistaram a classificação para a semifinal da Copa Sul-Americana para enfrentar o Atlético-PR, que eliminou o Bahia nos pênaltis.
Os cariocas tiveram boa atuação desde os primeiros minutos, mas só conseguiram, chegar ao gol no início do segundo tempo. Luciano aproveitou passe de Sornoza para marcar e dar a classificação para o Fluminense dentro do Parque Central.
O jogo – O Fluminense não ficou recuado nos primeiros minutos e buscou o ataque no início da partida. Os tricolores chegaram a assustar em bolas levantadas na área, mas nenhuma finalização foi em direção ao gol. O Nacional também não ficou atrás pela vantagem, só que parava na defesa brasileira.
Os cariocas eram melhores em campo e chegaram a balançar as redes aos 15 minutos, com Digão. No entanto, o gol foi anulado pela arbitragem, que marcou falta de Gum no lance. O susto foi sentido pelos uruguaios, que só avançavam com segurança.
O Nacional só voltou a levar perigo aos 33 minutos, quando Fucile cruzou, mas Gum se antecipou aos atacantes para impedir a abertura do placar. O Fluminense respondeu em dois lances. Primeiro, Everaldo cruzou rasteiro, mas Luciano escorregou e permitiu a recuperação da zaga. Depois, Ayrton Lucas foi lançado na área, chutou cruzado, só que viu a zaga salvar os donos da casa.
Nos minutos finais, o Fluminense esboçou uma pressão e quase marcou aos 46 minutos. Luciano aproveitou cruzamento pela direita e cabeceou no meio do gol. Conde estava atento para fazer a defesa e deixar o placar em branco no intervalo.
No segundo tempo, os cariocas voltaram com mais vontade e abriram o placar aos três minutos. O goleiro Conde saiu mal a bola e deu nos pés de Sornoza. O meia tocou para Luciano na área, que tirou do marcador e chutou para a rede.
O revés foi sentido pelo Nacional, que viu o Fluminense crescer na partida. Tanto que aos oito minutos, os tricolores quase chegaram ao segundo. Ibañez aproveitou escanteio, mas cabeceou pela linha de fundo.
Aos poucos, os uruguaios conseguiram equilibrar o confronto. No entanto, o Nacional pouco incomodava o goleiro Julio Cesar. O Fluminense avançava com qualidade, mas a zaga adversária parava as jogadas com falta.
Nos minutos finais, os donos da casa tentaram impor uma pressão, só que pararam na boa atuação da zaga tricolor. O Fluminense soube administrar e ainda desperdiçou chance cara com Matheus Alessandro já nos acréscimos. Para melhorar a situação dos visitantes, Espino foi expulso após fazer falta violenta em Sornoza. Assim, os cariocas puderam comemorar a classificação após o apito final.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.